charley patton

Charley PattonTanto quanto eu sei, há apenas esta foto de Charley Patton, com sua guitarra no colo. E a sua autenticidade é contestada. A fotografia pertence a John Tefteller, um famoso colecionador de discos de vinil de 78s. Dizem que entre as fotos e recortes raros encontrados pelos herdeiros no sótão de um dos prédios da gravadora 'Paramount' e que foram, posteriormente, arrematados por John em leilão, estava esta foto original. Na época das gravações ela foi copiada por um representante da gravadora para ser usada em propagandas. Charley Patton talvez tenha sido a primeira grande estrela do Delta blues. Sua voz rouca e estilo apaixonado fez dele o rei do Delta. Era uma celebridade e reconhecida era a influência emocional que exercia sobre o público. Simplesmente os trabalhadores deixavam as plantações onde trabalhavam para ouvi-lo tocar. Sua guitarra não foi menos impressionante alimentada com uma batida de aguçado senso rítmico que mais tarde iria plantar sementes no estilo ‘boogie’ de John Lee Hooker. Patton estava longe de ser passivo, quando estava à frente de uma platéia. Não era incomum ele jogar a guitarra entre os joelhos, atrás da cabeça ou nas costas e a usar como um tambor, muito antes de Jimi Hendrix impressionar o público com o seu histrionismo. Charley Patton era uma estrela, uma celebridade genuína. Suas gravações, especialmente o seu primeiro maior sucesso ‘Pony Blues’ podia ser ouvido em todo Mississippi. Patton refletia os tempos difíceis e de difícil convivência. Suas canções preenchidas com letras de narrativas simples tratavam de amores que deram errado. Em muitas vezes injetava sua opinião pessoal com temas sociais, prisão, natureza e moralidade que estava mais relacionado com o blues cantado por mulheres. E ele sintetizou a imagem do cantor de blues da década de 20: uma mulher em cada braço e o consumo de grandes quantidades de cigarro e bebida. Ele teve oito esposas. Ele foi preso pelo menos uma vez. Itinerante, nunca permaneceu no mesmo lugar por muito tempo. Parte do legado de Patton entregue para as gerações seguintes do blues foi a sua propensão para entreter, uma das razões para a sua enorme popularidade. E tão fortes eram as suas habilidades nas suas improvisações e seleções musicais que mesmo sem temas religiosos ainda conseguia manter seu público encantado.

Charley PattonCharlie Patton, conhecido como Charley Patton nasceu entre 1887 e 1891, entre Edwards e Bolton no sul do Mississippi. É considerado por muitos como o pai do blues do Delta e, portanto, uma das mais antigas e importantes figuras da música que a América produziu no século XX. Charley Patton, como a maioria dos cantores da época, era filho de meeiros. Embora ele fosse considerado afro-americano, devido à sua tez clara, houve rumores de que ele fosse mexicano, ou possivelmente tivesse sangue cherokee correndo em suas veias, teoria apoiada por muitos. Na realidade, Patton foi uma mistura das três populações, uma de suas avós era uma cherokee. Em 1900, sua família mudou-se para o norte, para a legendária ‘Dockery Plantation’, uma fazenda de Sunflower County, Mississipi. E foi aí que Patton não resistiu ao feitiço da sua maior influência musical, o guitarrista Henry Sloan que tinha um estilo novo e incomum de tocar. Em 1910, tornou-se intérprete e compositor, já tendo composto ‘Down The Road Dirt Blues’, ‘Banty Rooster Blues’, e a música que mais o identifica ‘Pony Blues’. Por volta de 1914, Patton começou a tocar sua guitarra com Bo, Sam, e Lonnie, membros da família Chatmon, e o guitarrista Walter Vinson. E após a virada da década, com Willie Brown, um guitarrista que mais tarde iria se tornar uma regular presença em suas gravações. Patton continuou a se deslocar, para Memphis, Arkansas e Louisiana. Em 1926, um jovem chamado Robert Johnson começou a seguir Charley Patton e Willie Brown tentando aprender com o veterano guitarrista.

Patton fez sua primeira gravação em 1929, foram catorze canções para o selo Paramount. Tal foi o sucesso que ele foi convidado quatro meses depois, onde gravou 28 músicas adicionais com Henry ‘Son’ Sims no violino. Uma terceira sessão de gravação aconteceu com Patton acompanhado por Son House e Willie Brown na guitarra, e Louise Johnson no piano. Howlin’ Wolf, que se mudou para Dockery em 1926, viu Patton tocar três hipnóticas canções na praça da cidade. Bukka White revelou o desejo de vir a ser um homem famoso como Charley Patton. Em 1933, Charley Patton quase morreu quando sua garganta foi cortada. Em sua última gravação estava em Nova York, em 1934, dois meses antes de sua morte. O certificado de sua morte afirma que morreu de uma doença do coração, em uma casa próxima às plantações da fazenda Dockery, onde tudo começou. Charley Patton está enterrado em Holly Ridge, Mississipi, onde se estabeleceu em 1933, com sua última esposa e parceira de gravações Bertha Lee, filha de um capataz. Sua morte não foi relatada nos jornais. Em 2006, a sua música ‘Pony Blues’ foi incluída na Biblioteca do Congresso' pela ‘National Recording Preservation Board’ que seleciona, anualmente, músicas consideradas cultural, histórica ou esteticamente significativas.

robert crumbO artista gráfico e ilustrador Robert Crumb, reconhecido como um dos fundadores do movimento underground dos quadrinhos norteamericanos, e considerado por muitos como uma das figuras mais proeminentes deste movimento, cujo ponto de partida foi a publicação do seu gibi artesanal, Zap Comix, idealizado por ele, também recontou em quadrinhos a história de Charley Patton, com base na biografia escrita por Stephen Calt e Gayle Dean Wardlow.

click aqui para ler a versão em português da história de Robert Crumb
click here to read the english version of Robert Crumb's history



Duas compilações de valor inestimável. As gravações de Patton têm o mesmo som brilhante mesmo com os silvos e crepitações, por causa da péssima qualidade do original da Paramount e da remasterização. Infelizmente, em alguns de seus trabalhos a guitarra parece abafada. Mas, a voz de Patton é extraordinariamente intensa, pode-se ter uma noção do instrumento poderoso que deve ter sido ao vivo. Nas músicas que ele canta é possível sentir a sua presença gigantesca. Além da sua participação, é destaque a sua poderosa influência em seus contemporâneos: Son House, Robert Johnson, Bessie Smith, Tommy Johnson, Howlin’ Wolf, Ma Rainey, Blind Lemon Jefferson, e outros que estão nas duas compilações. O que torna maior a sua obra é o caminho que ela percorreu, desde Robert Johnson, passando por Louis Armstrong até Bob Dylan que prestou homenagem a ele ao gravar ‘High Water’. Mas, especialmente por Howlin' Wolf. Quando Willie Dixon teve a idéia de compor ‘Down In The Bottom’ inspirado em ‘Down In The Dirt Road Blues’ de Patton foi em Howlin' Wolf que ele pensou para gravá-la. Por isso essas compilações fazem todo o sentido, mesmo para o ouvinte casual de blues. São poderosas e irresistíveis provas da potência do blues de Charley Patton e seus efeitos sobre a música e os músicos que vieram a seguir.

charley patton - a spoonful blues



charley patton - complete recordings (1929-1934)

Complete Recordings 1929-1934
CD 1    CD 2    CD 3    CD 4    CD 5

Tracklist: CD 1
01. Pony Blues 02. A Spoonful Blues 03. Down the Dirt Road Blues 04. Prayer of Death (I) 05. Prayer of Death (II) 06. Screamin' and Hollerin' The Blues 07. Banty Rooster Blues 08. Tom Rushen Blues 09. It Won't Be Long 10. Shake It and Break It (But Don't Let It Fall, Mama) 11. Pea Vine Blues 12. Mississippi Boll Weevil Blues 13. Lord, I'm Discouraged 14. I'm Goin' Home 15. Snatch It and Grab It - Walter Hawkins 16. A Rag Blues - Walter Hawkins 17. How Come Mama Blues - Walter Hawkins 18. Voice Throwin' Blues - Walter Hawkins

Tracklist: CD 2
01. Hammer Blues (take 1) 02. I Shall Not Be Moved 03. High Water Everywhere (I) 04. High Water Everywhere (II) 05. I Shall Not Be Moved 06. Rattlesnake Blues 07. Going to Move To Alabama 08. Hammer Blues (take 2) 09. Joe Kirby 10. Frankie and Albert 11. Magnolia Blues 12. Devil Sent the Rain Blues 13. Runnin' Wild Blues 14. Some Happy Day 15. Mean Black Moan 16. Green River Blues 17. That's My Man - Edith North Johnson 18. Honey Dripper Blues: No. 2 - Edith North Johnson 19. Eight Hour Woman - Edith North Johnson 20. Nickel's Worth of Liver Blues: No 2 - Edith North Johnson

Tracklist: CD 3
01. Some of These Days I'll Be Gone 02. Elder Green Blues (take 2) 03. Jim Lee (I) 04. Jim Lee (II) 05. Mean Black Cat Blues 06. Jesus Is A-Dying (Bed Maker) 07. Elder Green Blues (take 2) 08. When Your Way Gets Dark 09. Some of These Days I'll Be Gone (take 2) 10. Heart Like Railwood Steel 11. Circle Round the Moon 12. You're Gonna Need Somebody When You Die 13. Be True, Be True Blues - Henry Sims 14. Farrell Blues - Henry Sims 15. Tell Me Man Blues - Henry Sims 16. Come Back Corrina - Henry Sims

Tracklist: CD 4
01. Some Summer Day 02. Bird Nest Bound 03. Future Blues - Willie Brown 04. M&O Blues - Willie Brown 05. Walkin' Blues - Son House 06. My Black Mama (I) - Son House 07. My Black Mama (II) - Son House 08. Preachin' the Blues (I) - Son House 09. Preachin' the Blues (II) - Son House 10. Dry Spell Blues (I) - Son House 11. Dry Spell Blues (II) - Son House 12. All Night Long Blues (take 1) - Louise Johnson 13. On The Wall - Louise Johnson 14. All Night Long Blues: Take 2 - Louise Johnson 15. By The Moon and Stars - Louise Johnson 16. Long Ways from Home - Louise Johnson

Tracklist: CD 5
01. Dry Well Blues 02. Moon Going Down 03. We All Gonna Face the Rising Sun - Delta Big Four 04. Moaner, Let's Go Down In The Valley - Delta Big Four 05. Jesus Got His Arms Around Me - Delta Big Four 06. God Won't Forsake His Own - Delta Big Four 07. I'll Be Here - Delta Big Four 08. Where Was Eve Sleeping? - Delta Big Four 09. I Know My Time Ain't Long - Delta Big Four 10. Watch And Pray - Delta Big Four 11. High Sheriff Blues 12. Stone Pony Blues 13. Jersey Bull Blues 14. Hang It on The Wall 15. 34 Blues 16. Love My Stuff 17. Poor Me 18. Revenue Man Blues 19. Troubled 'Bout My Mother - Patton & Lee 20. Oh Death - Patton & Lee 21. Yellow Bee - Bertha Lee 22. Mind Reader Blues - Bertha Lee

the definitive charley patton (2009)

The Definitive Charley Patton (2009)
CD 1  CD 2    CD 3

CD 1: Spoonful Blues
01. Mississippi Boweavil Blues - Charley Patton 02. Bo Weevil Blues - Bessie Smith 03. Screamin' & Hollerin' the Blues - Charley Patton 04. Down South Blues - Alberta Hunter 05. Down the Dirt Road Blues - Charley Patton 06. Big Road Blues - Tommy Johnson 07. Pony Blues - Charley Patton 08. Black Horse Blues - Blind Lemon Jefferson 09. Banty Rooster Blues - Charley Patton 10. The Crowing Rooster - Walter Rhodes 11. Pea Vine Blues - Charley Patton 12. Come On in My Kitchen - Robert Johnson 13. Tom Rushen Blues - Charley Patton 14. Booze and Blues - Ma Rainey 15. A Spoonful Blues - Charley Patton 16. Just a Spoonful - Charley Jordan 17. Shake It and Break It - Charley Patton 18. I Don't Know - Cripple Clarence Lofton 19. Going to Move to Alabama - Charley Patton 20. Jim Jackson' Kansas City Blues - Jim Jackson 21. Elder Greene Blues - Charley Patton 22. I'm Alabama Bound - Papa Charlie Jackson 23. Frankie & Albert - Charley Patton 24. Leaving Home - Charlie Poole 25. Some These Days I'll Be Gone - Charley Patton 26. Some of These Days - Ethel Waters

CD 2: Moon Going Down
01. Hammer Blues - Charley Patton 02. Mountain Top Blues - Bessie Smith 03. You're Gonna Need Somebody When You Die - Charley Patton 04. You're Gonna Need Somebody On Your Bond - Blind Willie Johnson 05. High Water Everywhere Pt. 1 - Charley Patton 06. Tallahatchie River Blues - Mattie Delaney 07. Jesus is a Dying Bed-Maker - Charley Patton 08. Jesus Make Up My Dying Bed - Blind Willie Johnson 09. Running Wild Blues - Charley Patton 10. Running Wild - Cow Cow Davenport 11. Some Summer Day - Charley Patton 12. Sitting on Top of the World - Mississippi Sheiks 13. Moon Going Down - Charley Patton 14. Crying at Daybreak - Howlin' Wolf 15. Bird Nest Bound - Charley Patton 16. Bird Nest Blues - Ardell Bragg 17. Jersey Bull Blues - Charley Patton 18. Bull Cow Blues - Bug Bill Broonzy 19. 34 Blues - Charley Patton 20. Forty Four - Howlin' Wolf 21. Oh Death - Charley Patton 22. Oh Death - Pace Jubilee Singers 23. Poor Me - Charley Patton 24. Cryin' Blues - Hound Head Henry 25. Yellow Bee - Charley Patton & Bertha Lee 26. Bumble Bee - Memphis Minnie

CD 3: Mississippi Bottom Blues
01. Mama's Got the Blues - Bessie Smith 02. Bye Bye Blues - Tommy Johnson 03. Clarksdale Moan - Son House 04. Mississippi Bottom Blues - Kid Bailey 05. Banty Rooster - Blind Pete & Partner 06. On the Wall - Louise Johnson 07. Hitch Me to Your Buggy - Casey Bill Weldon 08. Water Coast Blues - David Edwards 09. The Pony Blues - Son House 10. Louise, Louise Blues - Johnny Temple 11. Rowdy Blues - Kid Bailey 12. Down the Big Road Blues - Mattie Delaney 13. Future Blues - Willie Brown 14. Maggie Campbell Blues - Tommy Johnson 15. The Jinx Blues - Son House 16. Dark Road Blues - Poor Boy Lofton 17. Pony Blues - Sonny Boy Nelson 18. If You Haven't Any Hay - Skip James 19. Saddle My Pony - Howlin' Wolf 20. Texas Blues - Marshall Owens 21. Turpentine Blues - Casey Bill Weldon 22. Spoonful - Papa Charlie Jackson 23. My Black Mama Pt. 1 - Son House 24. M & O Blues - Willie Brown

tags:
publicado por mara* às 13:13 | link do post | comentar