british blues

posts relacionados
british rock’n’roll
british jazz

british bluesO blues norte-americano tornou-se conhecido na Grã-Bretanha a partir da década de 30 trazido por recrutas afro-americanos na Segunda Guerra Mundial e na época da Guerra Fria por marinheiros mercantes que desembarcavam nos portos de Londres, Liverpool, Newcastle on Tyne e Belfast ouvindo especialmente obras das cantoras Ma Rainey e Bessie Smith. O blues britânico se originou no final dos anos 50 inicialmente em Londres, mas também em outros centros urbanos do Reino Unido, predominantemente por jovens músicos brancos que tentavam imitar o estilo e as gravações dos artistas afro-americanos.

A partir de 1955 grandes gravadoras britânicas como HMV e EMI, esta última em particular através da sua filial 'Decca Records' começou a distribuir o jazz e o blues americano quando o 'skiffle' (uma mistura de jazz, blues, folk e country tocada com instrumentos pouco convencionais, geralmente caseiros ou usando instrumentos improvisados) começou a declinar no final dos anos 50. Influenciado por uma ampla variedade de formas da música norte-americana, especialmente rock’n’roll e rockabilly (um dos primeiros sub-gêneros do rock and roll, uma mistura de rock e hillbilly, este último uma referência à música country) e por outro lado, pelos puristas do blues, particularmente pelo blues elétrico de Chicago, embora tenha havido um cruzamento considerável entre os três estilos, o blues britânico atingiu seu auge de popularidade na década de 60 quando desenvolveu um estilo distinto e influente dominado pela guitarra elétrica.

John Mayall & The BluesbreakersEntre os pioneiros estão o guitarrista e radialista Alexis Korner e o gaitista Cyril Davies que formaram o ‘Blues Incorporated’ infuenciados pelos heróis urbanos de Chicago do blues elétrico Muddy Waters e Howlin' Wolf, e que por sua vez influenciaram uma geração de jovens músicos, principalmente os ‘Rolling Stones’ e ‘Yardbirds’, que rapidamente encontraram o sucesso nas paradas. Um fator chave no desenvolvimento da popularidade do blues no Reino Unido e em toda a Europa em 1960 foram as turnês do ‘American Folk Blues Festival’ organizadas e patrocinadas pelos alemães Horst Lippmann e Rau Fritz. E o ponto culminante deste primeiro movimento do blues britânico veio com John Mayall, que se mudou para Londres no início dos anos 60, formando o ‘Bluesbreakers’, cujos membros em vários momentos foram: Jack Bruce, memorável vocalista e baixista escocês, respeitado membro da banda de rock psicodélico ‘Cream’; o baterista Aynsley Dunbar que trabalhou com alguns dos maiores nomes do rock e o guitarrista Mick Taylor que também tocou com os ‘Rolling Stones’ entre 1969-1974. Peter Green com ‘Fleetwood Mac’ começou a chamada ‘grande segunda época do blues britânico’. Os dois grupos foram modelados pela influência dos lendários BBKing, Albert King e Freddie King.

Jo Ann KellyEram poucas as mulheres no blues do Reino Unido. Jo Ann Kelly foi uma das raras cantoras e guitarristas do blues britânico. Kelly nasceu em Streatham, sul de Londres, e com seu irmão, Dave Kelly, tornou-se fã do blues em sua adolescência e tinha uma voz poderosa, mais que o seu corpo franzino sugeria. Depois de uma parceria musical com o músico de blues britânico Tony McPhee, no final da década de 60, Kelly gravou com uma grande gravadora nos EUA moldada pela mesma para ser uma outra Janis Joplin. Tanto Johnny Winter como Canned Heat tentaram recrutá-la para suas bandas, no entanto, sua lealdade era para com o Reino Unido e o clube onde se apresentava, que deixou de apoiá-la financeiramente em 1970 e 1980 o que a levou para o circuito europeu com o guitarrista Pete Emery e em outras bandas. No início de 1980, ela era membro do ‘Terry Smith Blues Band’. Em 1988, Kelly começou a sofrer de dores de cabeça. Em 1989 ela fez uma cirurgia para remover um tumor cerebral. Ela faleceu em outubro de 1990, com 46 anos.

Peter Green & Fleetwood MacAs bandas de maior sucesso no gênero foram os 'Rolling Stones', 'The Yardbirds' - que lançou os três grandes guitarristas Eric Clapton, Jeff Beck e Jimmy Page -, 'The Kinks', Manfred Mann, 'The Animals', 'The Spencer Davis Group', 'The Who'. Muitas dessas bandas foram cultuadas no Reino Unido, mas encontraram dificuldades para penetrar no mercado americano. Só as que conseguiram, depois de alguma dificuldade, tiveram sucesso, principalmente após as suas aparições no ‘Monterey Pop Festival’ em 1967 e em Woodstock em 1969. E com elas o blues britânico formou muitos dos sub-gêneros do rock, e sub-culturas como a ‘mod’ (de modernista). Os elementos significativos do Mod era a moda, com ternos feitos sob medida, a música que incluía o blues norte-americano, o ska jamaicano, a britânica beat music e r&b. Para o transporte muitos ‘mods’ utilizavam as scooters italianas Vespas e Lambrettas. E as anfetaminas eram utilizadas toda a noite em clubes de dança como o ‘Twisted Wheel Club’ em Manchester. Embora os Beatles vestiam-se como ‘mod’ em seus primeiros anos, a sua música não era popular entre os ‘mods’, que tendiam preferir bandas como 'Small Faces', 'The Kinks', 'The Yardbirds' e especialmente 'The Who'. Houve um revival 'mod' na Inglaterra no final de 70 que foi seguido nos EUA no início de 80, particularmente no sul da Califórnia.

british modsMods em suas scooters italianas Vespas e Lambrettas. Embora os Beatles vestiam-se como ‘mod’ a sua música não era popular entre eles, que prefeririam outras bandas, especialmente ‘The Who’.

A estrutura dos clubes, eventos e festivais que haviam crescido no início dos anos 50 na Grã-Bretanha praticamente desapareceram na década de 70. E o auto-suficiente blues britânico terminou quando Jimi Hendrix chegou dos Estados Unidos para mostrar aos músicos locais a loucura da sua guitarra. No entanto, o seu legado sobreviveu e floresceu dando origem a uma série de sub-gêneros do rock, incluindo, em particular o rock psicodélico e o rock progressivo. E a partir do final de 1970 surgiu uma nova geração de bandas de rock blues como 'Led Zeppelin', 'Deep Purple' e 'Black Sabbath', o que levaria ao desenvolvimento do hard rock e, finalmente ao heavy metal, um estilo construído baseado nos rifs dos guitarristas do blues britânico.

Eric Burdon & John Mayall & Jimi Hendrix & Steve Winwood & Carl WayneTalvez a mais importante contribuição do blues britânico foi a surpreendente ‘reexportação’ do blues norte-americano para o próprio país de origem, onde na esteira do sucesso de bandas como os 'Rolling Stones' e 'Fleetwood Mac', platéias brancas começaram a redescobrir os músicos negros do blues como Muddy Waters, Howlin’ Wolf e John Lee Hooker, que de repente eram os heróis da classe média branca norte-americana. O resultado foi uma re-avaliação do blues nos Estados Unidos que permitiu que portas fossem abertas para músicos brancos e o desenvolvimento do Texas blues com Stevie Ray Vaughan e Johnny Winter. Desde então o interesse pelo blues na Grã-Bretanha diminuiu, mas tem retornado nos últimos anos e tem havido um interesse renovado no gênero que pode ser visto no sucesso do excepcional anteriormente desconhecido Seasick Steve. E o retorno das grandes figuras do primeiro ‘boom’, incluindo Peter Green, Mick Fleetwood, Chris Rea e Eric Clapton, bem como a chegada de jovens artistas como Matt Schofield e Aynsley Lister.

alexis kornerAlexis Andrew Nicholas Koerner nasceu em Paris de um pai austríaco e mãe grega e passou sua infância na França, Suíça e África do Norte. Ele chegou a Londres em 1940, no início da Segunda Guerra Mundial. Uma lembrança de sua juventude é estar ouvindo um disco do pianita afro-americano Jimmy Yancey durante um ataque aéreo alemão e a partir de então tudo o que queria fazer era tocar o blues. Após a guerra, ele tocou piano e guitarra - a sua primeira guitarra foi dada pelo amigo Sydney Hopkins, autor do livro ‘Mister God, This Is Anna’. Em 1949, Alexis Korner se juntou à banda de jazz do trombonista Chris Barber onde se encontrou com gaitista de blues Cyril Davies. Eles começaram a tocar juntos como um duo, na influente Londres em 1955. Korner trouxe muitos artistas norte-americanos de blues, até então desconhecidos na Inglaterra.

cyril daviesCyril ‘Squirrel’ Davies foi um dos primeiros britânicos a tocar a gaita de blues. Nascido em St. Mildred, perto de Londres, ele era filho de operários que acredita-se, vieram de Gales. Em 1962, Davies e Korner abriram um clube chamado ‘Ealing Jazz Club’, em Londres, e acrescentaram o baixista Jack Bruce, o saxofonista Dick Heckstall-Smith e o baterista Charlie Watts, para formar a banda ‘Blues Incorporated’ e muitos jovens músicos passaram a visitar o clube. Mas, logo houve um desentendimento entre os componentes da banda, com alguns dos membros querendo tocar Chuck Berry e Bo Diddley, enquanto Cyril Davies como um purista do blues queria o verdadeiro estilo de Chicago o que culminou na sua saída do ‘Blues Incorporated’ em 1962, para formar o ‘Cyril Davies All-Stars’.

ealing jazz club

‘The Ealing Club’ abaixo da padaria ‘ABC’, em frente à estação de Ealing Broadway

O ‘Ealing Jazz Club’ ou ‘The Ealing Club’ como era mais conhecido, foi um dos espaços historicamente mais importantes da música de Londres durante a década de 60. Situado abaixo da padaria ‘ABC’, em frente à estação de Ealing Broadway, no frondoso bairro de West London Ealing, o clube se tornou famoso como o primeiro local de blues de Londres quando Alexis Korner e Cyril Davies estrearam com a banda ‘Blues Incorporated’ em março de 1962. Apelidado de ‘Moist Hoist’ por causa da umidade nas paredes, o clube recebeu muitos ilustres de Londres, e em abril desse mesmo ano foi cenário para a primeira reunião entre Jagger, Richard e Brian Jones, que formaram o núcleo dos 'Rolling Stones'.

blues incorporated

Dave Stevens, pianista de jazz pouco conhecido; Dick Heckstall-Smith, saxofonista de jazz e blues tocou com algumas das mais importantes bandas de rock-blues e jazz fusion; Alexis Korner; Jack Bruce, baixista, vocalista e compositor que tocou com John Mayall e com Manfred Mann antes de iniciar sua contribuição mais célebre, como baixista, no power trio ‘Cream’; o vocalista é o jovem Mick Jagger; Cyril Davies e Charlie Watts, futuro baterista do 'Rolling Stone', que ficou escondido na foto.

Nos três anos seguintes, entusiastas do blues e r&b se apresentaram no minúsculo palco do clube. Além de Jack Bruce, Ginger Baker e Eric Clapton - que seriam famosos como integrantes do ‘Cream’ de 1966 a 1968 -; Graham Bond - cantor, organista e saxofonista, uma importante e subestimada figura do r&b britânico, que tocou com Ginger Baker e Jack Bruce antes deles formarem o ‘Cream’ -; John Mayall - cantor, compositor e multi-instrumentalista de blues e fundador da banda ‘The Bluesbreakers -; Long John Baldry – com seus dois metros de altura, o que lhe rendeu o apelido Long, e com uma voz rica e profunda, ele foi um dos primeiros vocalistas britânicos a cantar blues -; Eric Burdon - vocalista e líder da banda ‘The Animals’ e mais tarde do grupo ‘War’ - e Paul Jones, futuro vocalista e gaitista de sucesso do grupo ‘Manfred Mann's Earth Band’ e que no clube fazia dueto com Elmo Lewis, apelido de Brian Jones, futuro 'Rolling Stone'.

the who & jimi hendrix 1960

'The Who' e Jimi Hendrix (1960)

‘The Who’ fez seu primeiro show anunciado no clube no final de 1964, e tocou regularmente até o início de 1965. E também a banda de Jeff Beck, ‘The Tridents’ tocava nas quartas e nas sextas-feiras durante o verão de 1964. O futuro 'Rolling Stone', Ron Wood, foi outro famoso músico que freqüentava o clube com sua banda, a inesquecível ‘The Birds', inicialmente chamados de 'Thunderbirds'. Seu irmão, o falecido Art Wood também aparecia por lá, e tocava com o ‘Blues Incorporated’ e à frente de sua própria banda, ‘The Artwoods’. Como um viveiro do r&b, o clube se tornou como um ímã para os músicos de Londres. Muitos deles se apresentaram no clube ou assistiram o r&b emergir dele, e de posse do que haviam aprendido partiram para os mercados estrangeiros, como parte da invasão britânica. Da mesma forma, muitos outros músicos não tão famosos que tocaram no ‘Ealing Club’ passaram a produzir uma fascinante música na crescente cena psicodélica.

t.s. mcphee - you don´t love me


Anthology of British Blues

Anthology of British Blues (1991)
volume 1    volume 2

Tracklist: Volume 1
01. John Mayall & The Bluesbreakers - I´m Your Witchdoctor
02. Eric Clapton - Snake Drive
03. T.S. McPhee - Ain´t Gonna Cry No More
04. Savoy Brown Blues Band - I Tried
05. Eric Clapton - Tribute To Elmore
06. Jo Ann Kelly - I Feel So Good
07. John Mayall & The Bluesbreakers - Telephone Blues
08. T.S. McPhee - You Don´t Love Me
09. Eric Clapton - West Coast Idea
10. Jo Ann Kelly - Ain´t Seen No Whisky
11. Stone´s Masonry - Flapjacks
12. Savoy Brown Blues Band - Cold Blooded Woman
13. John Mayall & The Bluesbreakers - On Top Of The World
14. T.S. McPhee - Someone To Love Me
15. Savoy Brown Blues Band - Can´t Quit You Baby
16. Eric Clapton & Jimmy Page - Draggin´ My Tale
17. Dharma Blues Band - Dealing With The Devil
18. Jeremy Spencer - Who´s Knocking
19. Eric Clapton & Jimmy Page - Freight Loader
20. Jeremy Spencer - Look Down At My Woman
21. Dharma Blues Band - Roll 'em Pete
22. Eric Clapton & Jimmy Page - Choker
23. Savoy Brown Blues Band - True Blues
24. T.S. McPhee - When You Got A Good Friend

Tracklist: Volume 2
01. Cyril Davies & The All Stars - Someday Baby
02. The All Stars Featuring Jeff Beck - Steelin'
03. The All Stars Featuring Jimmy Page - L.A. Breakdown
04. The All Stars Featuring Jeff Beck - Chuckles
05. The All Stars Featuring Jimmy Page - Down In The Boots
06. The All Stars Featuring Nicky Hopkins - Piano Shuffle
07. Eric Clapton & Jimmy Page - Miles Road
08. Santa Barbara Machine Head - Porcupine Juice
09. Santa Barbara Machine Head - Albert
10. Santa Barbara Machine Head - Rubber Monkey
11. Smith Stuff - Howlin For My Darling
12. Albert Lee - Next Milestone
13. Earl Vince & The Valiants - Somebodys Gonna Get Their Head
14. Dave Kelly - New Death Matter
15. Jo Ann Kelly - Back Water Blues
16. Rod Stewart - So Much To Say
17. Dave Kelly - Married Woman Blues
18. Albert Lee - Water On My Fire
19. Jo Ann Kelly - Keep Your Hands Out Of My Pockets
20. Dave Kelly - Alabama Woman
21. Albert Lee - Crosstown Link
22. Dave Kelly - All Night Long
23. Simon & Steve - Down And Dirty
24. Rod Stewart & P.P Arnold - Come Home Baby

The British Blues Collection (2006)

The British Blues Collection (2006)
volume 1    volume 2

Tracklist: Volume 1
01. The Animals – Boom Boom
02. The Yardbirds – Good Morning Little School Girl
03. Jeremy Spencer – Who’s Knockin’
04. Humble Pie – Wrist Job
05. Davy Graham – When Did Ton Leave Heaven?
06. Chris Farlowe – Moапіп”
07. Eric Clapton & Jimmy Page – Draggin’ My Tail
08. John Mayall & The Bluesbreakers – On Top Of The World
09. Rod Stewart – Bright Lights Big City
10. T.S. McPhee – Yon Don’t Love Me
11. Brian Anger And The Trinity – Tiger
12. Graham Bond Organization – Stormy Monday
13. Les Fleur De Lys – So Come On
14. Eric Clapton – West Coast Idea
15. Jimmy Page & The All Stars – Down In The Boots

Tracklist: Volume 2
01. Fleetwood Mac – Man Of The World
02. The Golden Apples Of The Sun – Chocolate Rolls, Tea And Monopoly
03. Humble Pie – Cold Lady
04. Graham Bond Organization – Wade In The Water
05. John Mayall’s & The Bluesbreakers – I’m Your Witch. Doctor
06. The Yardbirds -1 Wish You Would
07. Davy Graham – Blues Raga
08. Mick Softley – She’s My Girl
09. Rod Stewart – Little Miss Understood
10. Savoy Brown’s Blues Band – Cold Blooded Woman
11. T.S. McPhee – When You Got A Good Friend
12. Eric Clapton & Jimmy Page – Freightloader
13. Chris Farlowe – Handbags And Gladrags
14. Spencer Davis R&B Quartet – Dimples
15. Cyril Davies & His Rhythm & Bines All Stars – Someday Baby

British Blues Invasion (1993)

British Blues Invasion (1993)

Tracklist
01. Eric Clapton & The Immediate All Stars - Snake Drive
02. Alexis Korner - I'm Your Hoochie Coochie Man
03. Fleetwood Mac - Green Manalishi (Live)
04. Big Bill Broonzy - Mindin' My Own Business
05. Juicy Lucy - Who Do You Love?
06. Cyrill Davies and His R&B All Stars - Chicago Calling
07. Tony McPhee - Ain't Gonna Cry No More
08. Savoy Brown Blues Band - Cold Blooded Woman
09. Jeremy Spencer - Look Down At My Woman
10. The Immediate All Stars & Jeff Beck - Steelin'
11. Sonny Terry & Brownie McGee - Black Horse Blues
12. Alexis Korner - Get Off Of My Cloud
13. Fleetwood Mac - Black Magic Woman (Live)
14. Big Bill Broonzy - St. Louis Blues
15. Jimmy Page, Eric Clapton & The Immediate All Stars - Freight Loader
16. John Mayall & The Bluesbreakers - Telephone Blues

publicado por mara* às 16:00 | link do post | comentar