the ultimate jazz archive: big band 35

posts relacionados
the ultimate jazz archive: blues

the ultimate jazz archive: boogie woogie</span>
the ultimate jazz archive: swing to bebop, modern jazz
the ultimate jazz archive: big bands
the ultimate jazz archive: vocalists


count basie

Count Basie (New Jersey, 21 de Agosto de 1904 – Flórida, 26 de Abril de 1984), nascido William James Basie, foi um pianista, organista, compositor e bandleader que comandou sua orquestra por quase 50 anos. Muitos músicos notáveis ganharam destaque sob sua direção, incluindo o saxofonista Lester Young. Foi autor de temas, como ‘One O'Clock Jump’ e ‘April In Paris’. Foi chamado de ‘Count’ considerando-se a sua importância entre os grandes mestres da era swing. Count Basie é sinônimo de big band, assim como Duke Ellington. Sua mãe, uma pianista, deu-lhe as primeiras lições de piano. Basie não era muito estudioso e sonhava com uma vida de viagens. Nos shows de vaudeville operava os holofotes. Um dia, quando o pianista não conseguiu chegar a tempo para o show, Basie tomou seu lugar. Tocou de ouvido, e rapidamente aprendeu a improvisar a música apropriada para filmes mudos. Assim, começou como pianista em um cinema. Por volta de 1924, ele foi para o Harlem, um viveiro de jazz. Em 1925, Basie conseguiu seu primeiro emprego estável. Em 1928, tocou com os ‘Blue Devils’ do contrabaixista Walter Page, uma das primeiras grandes bandas que contou com Jimmy Rushing nos vocais; e depois com a orquestra de Bennie Moten. A carreira de bandleader começou em 1935, quando recrutou alguns músicos da extinta orquestra de Moten e foi para Nova York. O sucesso foi rápido. A primeira fase da orquestra, que vai de 1936 até 1940, caracterizava-se por arranjos simples; a segunda, de 1940 até 1950, por arranjos mais elaborados. Devido a dificuldades econômicas, a orquestra teve que ser desativada reduzindo-se a um octeto e foi durante esse período que ocorreu a transição da fase clássica para a fase moderna fazendo grande sucesso em turnês nos anos 50. E a orquestra atravessou os anos 60 e 70, apesar de já representar uma música ‘ultrapassada’. Nos anos 80, mesmo com os problemas de saúde de Count Basie, a orquestra era sempre recebida calorosamente e manteve-se em atividade mesmo após a morte do líder. A seção rítmica, com Basie ao piano, era conhecida como ‘All-American Rythm Section’. Basie sempre se cercou de solistas excepcionais como Lester Young que exerceu grande influência sobre os rumos do jazz, e outros que após deixarem a orquestra formaram suas próprias orquestras.



artie shaw

Artie Shaw (New York, 23 de maio de 1910 - Thousand Oaks, 30 de dezembro de 2004) foi um clarinetista famoso por clássicos como ‘Begin the Beguine’ de 1938, que fez dele um rival do clarinetista superstar Benny Goodman, e ‘Oh, Lady Be Good’. Em 1940, Shaw participou do filme 'Second Chorus', estrelado por Fred Astaire e Paulette Goddard, no papel dele mesmo, e recebeu duas indicações ao Oscar pela melhor trilha sonora e melhor canção, ‘Love of My Life’. Artie Shaw desenvolveu tanto a reputação de gênio, quanto de rabugento. Suas big bands eram sucessos, que ele desfazia com freqüência para formar novas bandas meses ou anos depois. Ele também se envolveu com música clássica e liderou uma banda da Marinha dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial. Mais tarde, escreveu livros. Famoso entre as mulheres foi casado oito vezes, incluindo com as beldades de Hollywood Lana Turner e Ava Gardner. Sempre imprevisível deixou a música em 1954, apesar da banda que leva seu nome ser retomada em 1983 e continuar em turnê. Arthur Jacob Arshawsky era filho de imigrantes judeus que trabalhavam no ramo de confecções em New York, mas problemas financeiros forçaram a família a se mudar para New Haven onde Artie encontrou o anti-semitismo pela primeira vez ao acompanhar uma oração em classe quando um dos alunos o ameaçou dizendo: ’Nós não queremos nenhum maldito assassino de Cristo orando ao Senhor por aqui’. Adolescente, mudou o nome para Art Shaw, e mais tarde, Artie, uma modificação sugerida por um executivo de uma gravadora. Embora tenha estudado piano, pediu aos pais um saxofone, mas encontrou resistência. Mesmo assim, praticou sete horas por dia parando apenas quando seus lábios adormeciam. Depois de alguns meses substituiu o saxofonista da orquestra de Johnny Cavallaro que o aconselhou a trocar o saxofone por clarinete. Em 1925 foi contratado pelo bandleader Austin Wylie. Em 1928 viajou para ouvir Louis Armstrong e no mesmo ano se juntou à banda liderada por Irving Aaronson. Ele ganhava a vida no início dos anos 1930 tocando em sessões de gravação, muitas vezes com a Orquestra da CBS, aparecendo em inúmeras gravações da época, como da jovem vocalista Billie Holiday, o que o deixava frustrado, pois, considerava uma atividade puramente comercial. Em 1933, Artie Shaw desistiu da música e da vida urbana em geral, e comprou uma fazenda em Pensilvânia, e ganhava a vida com a venda de seus produtos, enquanto tentava escrever um romance sobre o cornetista Bix Beiderbecke, outra grande influência sobre o seu próprio estilo.



glenn miller

Glenn Miller (Iowa, 01 de março de 1904 - morreu no mar, entre Londres e Paris, em 16 de dezembro de 1944), nascido Alton Glenn Miller após ter estudado na Universidade de Colorado, em 1926 transformou-se num trombetista profissional na banda de Ben Pollack. Por volta de 1930, já era um reconhecido músico em New York. Mais tarde transformou-se num organizador de orquestras, sobretudo das dos irmãos Dorsey, iniciada em 1934, e de Ray Noble, organizada em 1935. Depois de ter tentado formar a sua própria orquestra em 1937, acabou por conseguir no ano seguinte e em 1939 já era um famoso diretor de orquestra. Ingressou no exército americano durante a 2.ª Guerra Mundial, como capitão, sendo promovido mais tarde a major e a diretor da banda da força aérea dos Estados Unidos na Europa. Ao voar da Inglaterra para Paris, desapareceu; nem os corpos e nem os destroços do avião jamais foram encontrados. Os triunfos de Miller basearam-se nos salões de dança. O som de Miller, muito simples, como foram todos os seus grandes sucessos, incluindo a mais famosa, ‘Moonlight Serenade ‘, era imediatamente reconhecível, e foi muito copiado. Os seus dois filmes realizados em Hollywood, ‘Sun Valley Serenade’, de 1941, e ‘Orchestra Wives’, no ano seguinte, aumentaram a sua reputação. Alguns críticos afirmam que a contribuição da sua orquestra para o jazz foi insignificante, mas outros consideram que o seu som representa o paradigma da música popular do seu tempo. Após a sua morte, e devido à sua grande popularidade, a orquestra foi mantida durante algum tempo pelo saxofonista, cantor e um dos amigos mais próximos de Miller, Tex Beneke. Anos depois, a família de Miller, tendo seguido caminhos distintos de Beneke, contratou Ray McKinley, baterista da banda da Força Aérea do Exército liderada por Miller, para organizar uma nova orquestra em 1956, que continua a se apresentar até os dias de hoje.



bunny berigan

Bunny Berigan (Wisconsin, 02 de novembro de 1908 – New York, 02 junho de 1942), nascido Rowland Bernard Berigan foi trompetista que chegou à fama durante a era do swing, mas cujo virtuosismo e influência foram encurtados por uma batalha perdida contra o alcoolismo, que terminou em sua morte prematura aos 33 anos. Ele compôs ‘Chicken and Waffles’ e ‘Blues’ em 1935, mas ‘I Cant Get Started’ sua gravação clássica de 1937 é que foi introduzida ao ‘Grammy Hall of Fame’ em 1975. Uma criança prodígio, Berigan aprendeu violino e trompete e na adolescência já tocava em orquestras antes do teste na orquestra do saxofonista, clarinetista, maestro, compositor e arranjador Hal Kemp que inicialmente rejeitou o jovem trompetista para depois o contratar em 1930. A partir daí, Berigan foi muito procurado como músico de estúdio para gravações. Em 1933 foi contratado pelo bandleader Paul Whiteman antes de ingressar na banda de Abe Lyman. E continuou nas gravações de estúdio, mais notavelmente com os irmãos Dorsey e Glenn Miller. Ao mesmo tempo se juntou a Benny Goodman. Em 1937, Berigan montou sua própria banda e escolheu para gravar o maior hit de sua carreira e que o imortalizou, ‘I Cant Get Started’, de Ira Gershwin e Vernon Duke. Berigan modelou seu estilo baseando-se no estilo de seu ídolo Louis Armstrong. Era considerado um excelente bandleader apesar de beber cada vez mais devido a problemas financeiros que o levaram a declarar falência em 1940. Por um breve período, tocou com Tommy Dorsey antes de ser hospitalizado com pneumonia, mas os médicos descobriram o pior: estava com o fígado condenado pela cirrose. Berigan não seguiu o conselho dos médicos de parar de beber e tocar trompete vindo a ter uma enorme hemorragia em 1942 e falecendo aos 33 anos.




the ultimate jazz archive 35

begin the beguine
artie shaw



35-1: Count Basie (1937-1944)
parte I    parte II

Tracklist
01. One O'Clock Jump 02. Topsy 03. Swingin' The Blues 04. Every Tub 05. Jumpin' At The Woodside 06. Texas Shuffle 07. Jive At Five 08. Oh! Lady Be Good 09. Twelfth Street Rag 10. Clap Hands! Here Comes Charley 11. Tickle Toe 12. I Never Knew 13. Super Chief 14. Love Jumped Out 15. Fiesta In Blue 16. Red Bank Boogie 17. Rhythm Man 18. Yeah Man! 19. Dance Of The Gremlins 20. Kansas City Stride 21. Beaver Junction 22. Circus In Rhythm 23. Basie Strides Again

35-2: Artie Shaw (1938-1941)
parte I    parte II

Tracklist
01. Begin The Beguine 02. Indian Love Call 03. Yesterdays 04. Nightmare 05. Jungle Drums 06. Rosalie 07. The Man I Love 08. Carioca 09. The Donkey Serenade 10. Deep Purple 11. Serenade To A Savage 12. Lady Be Good 13. I Surrender Dear 14. All The Things You Are 15. I Didn't Know What Time It Was 16. Diga Diga Doo 17. Ferenesi 18. Gloomy Sunday 19. Mister Meadowlark 20. Temptation 21. Blues From "Lenow Avenue Suite" (Part 1) 22. Blues From "Lenow Avenue Suite" (Part 2) 23. Moonglow

35-3: Glenn Miller (1938-1941)
parte I    parte II

Tracklist
01. King Porter Stomp 02. Runnin' Wild 03. Slip Horn Jive 04. Sold American 05. Pagan Love Song 06. Glen Island Special 07. Wham (Re-Bop-Boom-Bam) 08. I Want To Be Happy 09. My Isle Of Golden Dreams 10. Rug Cutter's Swing 11. Slow Freight 12. Bugle Call Rag 13. My Blue Heaven 14. What's Your Story Morning Glory 15. I Dream I Dwelt In Harlem 16. When That Man Is Dead And Gone 17. The Spirit Is Willing 18. Take The 'A' Train 19. Swing Low Sweet Chariot 20. Long Tall Mama 21. Chip Off The Black 22. Keep 'Em Flying

35-4: Bunny Berigan (1937-1939)
parte I    parte II

Tracklist
01. Can't Help Lovin' Dat Man 02. Russian Lullaby 03. Trees 04. Livery Stable Blues 05. High Society 06. Sobbin' Blues 07. Jelly Roll Blues 08. In A Mist 09. Flashes 10. Davenport Blues 11. Candlelights 12. Walkin' The Dog 13. In The Dark 14. Little Gate's Special 15. Jazz Me Blues 16. Patty Cake, Patty Cake 17. Peg O' My Heart 18. Night Song 19. Ay - Ay - Ay 20. Ain't She Sweet



</span>
publicado por mara* às 19:43 | link do post | comentar