ABC of the blues 31: big maceo & blind willie mctell

posts relacionados
ABC of the blues

big maceoBig Maceo (1905-1953) foi um pianista e cantor, ativo em Chicago na década de 40. E ao olhar para trás para os músicos de blues desta época, a era pré-guerra e os anos imediatamente a seguir, é fascinante perceber como é forte o impacto que eles tiveram em músicos futuros. No entanto, para muitos, a produção gravada consiste em quase nada. A produção do guitarrista Willie Brown que junto com Son House foi uma das principais influências sobre o jovem Robert Johnson, foi de apenas três músicas. O mestre do violão do Delta, Tommy Johnson gravou apenas 12; o guitarrista Frank Stokes, considerado por muitos musicólogos como o pai do Memphis Blues, 38; Ishman Bracey, tido como um dos mais importantes no início do blues do delta deixou gravadas 23 músicas; e Robert Johnson mudou drasticamente o som do mundo com apenas 29 gravações. Big Maceo Merriweather pertence a essa elite. A sua carreira de gravações se estendeu apenas durante os anos 1941-1946, e ele produziu 28 canções que também mudariam para sempre a maneira que o piano seria interpretado por artistas do blues.

Nascido Major Merriweather, em Atlanta, Georgia, na década de 20 mudou-se com a família para Detroit, Michigan, onde desenvolveu afinidade para tocar o piano. Autodidata começou a trabalhar nos cafés e bordéis, assim como tocar em festas e no mercado onde se vendia peixe e batatas fritos. Com 19 anos, a família se mudou mais uma vez. Desta vez para Detroit, onde um irmão mais velho vivia e com a promessa de melhores empregos. Major Merriweather trabalhou na Ford, e arranjava tempo para tocar em festas ocasionais, bem como nos clubes. Em uma dessas festas conheceu Hattie Spruel, uma mulher ambiciosa, e logo estavam casados. O casal se mudou para Chicago em 1941, onde ela escolheu o nome artístico Big Maceo e fez amizade com os proeminentes guitarristas Big Bill Broonzy e Tampa Red, que ficaram impressionados com as habilidades de Maceo e o apresentaram ao produtor da RCA, Lester Melrose. Dentro de poucas semanas Maceo estava gravando para a famosa ‘Bluebird Records’.

Sua primeira gravação, ‘Worried Life Blues’, foi sucesso e se tornou a mais importante de sua carreira. Outras gravações clássicas como ‘Chicago Breakdown’, ‘Texas Stomp’ e ‘Detroit Jump’ seguiram o mesmo caminho. A maioria das gravações que fez para a Bluebird foi com Tampa Red, incluindo ‘Worried Life Blues’. Pianistas em parceria com guitarristas tinha sido uma fórmula de sucesso desde o início dos anos 30. Tampa Red e Big Maceo formaram um pequeno grupo junto com um baterista e um baixista, que foi chamado ‘The Beat Bluebird’ e viria a ser um modelo para a maioria dos grupos musicais do futuro, independentemente do gênero. O fim da guerra trouxe de volta os artistas de blues para os estúdios de gravação. Maceo retomou seu trabalho com Tampa Red, mas também gravou quatro músicas com Big Bill Broonzy, em 1945. Infelizmente, a sua carreira foi interrompida por um derrame que o deixou quase completamente paralisado do lado direito. Ao longo dos anos seguintes, ele iria tentar gravar várias vezes, apesar de sua deficiência, mas essas gravações foram uma péssima idéia. Ocasionalmente outros pianistas tocavam enquanto ele cantava. Depois partilhou os teclados com outro pianista que tocava o lado direito para ele. Entre os artistas que preencheram esse papel estavam Eddie Boyd e Otis Spann, que idolatrava Big Maceo. Spann se tornaria o mais proeminente de todos os pianistas de Chicago identificados pela influência de Merriweather. Big Maceo aposentou o piano em 1949, depois de outro acidente vascular cerebral que o levou a um ataque cardíaco fatal.

O estilo de Big Maceo foi desenvolvido a partir de influências dos pianistas Leroy Carr e Sykes Roosevelt, bem como o estilo boogie-woogie de Meade Lux Lewis e Albert Ammons. Big Maceo, por sua vez influenciou outros músicos, como Henry Gray, e o ajudou a lançar sua carreira como pianista de blues. Big Maceo Merriweather era uma estrela em ascensão, quando o tempo lhe foi dramaticamente tirado. Seu estilo teve um impacto em praticamente todos os pianistas de blues do pós-guerra. Seu legado continua e pode ser ouvido hoje na maioria dos artistas do blues. Sua canção mais famosa, ‘Worried Life Blues’ faz parte do repertório de artistas como Eric Clapton que a apresenta regularmente em suas apresentações.

blind willie mctellBlind Willie McTell (1901-1959) foi, ao mesmo tempo, um dos mais completos compositores e intérpretes de country blues do início da era e vocalista de estilo refinado. Ele era um guitarrista fenomenal que tocava violão de 12 cordas em um estilo único tornando o som das 12 cordas como se fossem dois instrumentos distintos. Blind Willie McTell foi um dos bluesman mais conhecidos de Atlanta e tocava uma grande variedade de formas de blues, do tradicional Piedmont blues, também conhecido como East Coast blues, ao ragtime e o spiritual. McTell gravou por quatro décadas, e seu trabalho influenciou uma geração de bluesmen, bem como os cantores brancos de folk e até mesmo bandas de rock. Há uma música do Bob Dylan, que se chama 'Blind Willie Mactell', em homenagem ao cantor, um trecho da música diz: ‘And no one can sing the blues, as Blind Willie Mactell’. O ‘The Allman Brothers’ gravou ‘Blues Statesboro’ em 1969, e a canção se tornou a assinatura da banda.

William Samuel McTell nasceu em Thomson, Geórgia, e foi criado nas proximidades de Statesboro. Embora haja controvérsias se McTell nasceu cego, ou se tornou cego com o tempo, é certo que ele freqüentou escolas para cegos e podia ler Braille. Ele aprendeu a tocar violão com a sua mãe, e depois de sua morte McTell saiu de casa para tocar em festas e, muitas vezes, acompanhou outros bluesmen como o guitarrista Buddy Moss. McTell começou gravando em 1927, apresentando-se em duas sessões para a ‘RCA Victor’, que resultou no clássico ‘Statesboro Blues’. Gravou de forma constante até 1932. Como os bluesmen eram geralmente pagos para cada música que gravavam, sem royalties, McTell costumava gravar com nomes diferentes para maximizar sua renda, utilizando os pseudônimos ‘Blind Sammie’, ‘Hot Shot Willie’ e ‘Georgia Bill’ entre outros. Como as suas primeiras gravações foram feitas e liberadas durante a depressão, McTell não pode desfrutar do sucesso comercial como outros. Ele permaneceu muito popular em Atlanta, onde continuou a viver e atuar até o final de sua vida. Tornou-se tão conhecido na região que o historiador de música folclórica Alan Lomax viajou para a Geórgia em 1940 para gravar McTell para a Biblioteca do Congresso. Após a Segunda Guerra Mundial, McTell assinou para a recém-formada ‘Atlantic Records’ em 1949, um rótulo mais conhecido por gravar jazz e R&B do que blues. Gravou 15 músicas, mas apenas uma única foi lançada, e quando não atendeu às expectativas de vendas, as demais foram arquivadas por 20 anos. McTell permaneceu uma figura familiar em Atlanta, tocando principalmente na esquina da Decatur Street, muitas vezes em dueto com seu amigo Curley Weaver, com quem trabalhou até os anos 50. Gravou esporadicamente para alguns rótulos, mas as vendas nunca melhoraram, e ele deixou a música em 1956, tornando-se pastor de uma igreja local antes de sua morte em 1959.

blind willie mctell and ruth willis

Blind Willie McTell e a vocalista Ruth Willis, parceria presente neste álbum


Tracklist
01. Big Maceo - Worried Life Blues
02. Big Maceo - County Jail Blues
03. Big Maceo - Can't You Read
04. Big Maceo - Tuff Luck Blues
05. Big Maceo - It's All Up to You
06 .Big Maceo - Poor Kelly Blues
07. Big Maceo - My Last Go Round
08. Big Maceo - I Got the Blues
09. Big Maceo - Ramblin' Mind Blues
10. Big Maceo - Why Should I Hang Around
11. Blind Willie McTell - Georgia Rag
12. Blind Willie McTell - Rough Alley Blues
13. Blind Willie McTell - Low Rider's Blues
14. Blind Willie McTell - Painful Blues
15. Blind Willie McTell - Experience Blues
16. Blind Willie McTell - Low Down Blues
17. Blind Willie McTell - Lonesome Day Blues
18. Blind Willie McTell - Mama, Let Me Scoop
19. Blind Willie McTell - Rollin' Mama Blues
20. Blind Willie McTell - Searching the Desert



blind willie mctell - searching the desert for the blues

ABC of the blues volume 31
parte I    parte II



publicado por mara* às 13:05 | link do post | comentar