george gershwin

george gershwinNa adolescência, Gershwin abandonou a escola para trabalhar como compositor e sonoplasta em ‘Tin Pan Alley’, um conjunto de edifícios localizado em Manhattan que reunia os mais importantes editores de música e compositores que dominaram a música popular no final do século 19 e início do século 20. Sua primeira música publicada, ‘When You Want ‘Em, You Can’t Get ‘Em’ com técnicas inovadoras, apenas lhe rendeu cinco dólares. Logo depois, no entanto, ele encontrou um jovem letrista chamado Irving Ceaser e juntos compuseram uma série de músicas, incluindo ‘Swanee’, de 1916, com a qual alcançou reconhecimento depois de Al Jolson cantar na comédia musical ‘Sinbad’ em 1919, tornando-se a canção mais vendida de sua carreira. No mesmo ano, Gershwin colaborou com Arthur L. Jackson e Buddy De Sylva em seu primeiro musical da Broadway, ‘La, La Lucille’. Em 1921 George escreve ‘Blue Monday Blues’, uma canção derivada do ‘spirituals’, que não foi bem recebida. Em 1924, colaborou com seu irmão, o letrista Ira Gershwin, em uma comédia musical, ‘Lady Be Good’, o que garantiu a sua reputação com canções memoráveis. Era o início de uma parceria que iria continuar pelo resto da vida do compositor. Juntos, eles escreveram musicais bem sucedidos como ‘Oh Kay!’ e ‘Funny Face’, estrelado por Fred Astaire e sua irmã Adele.

edifícios de Tin Pan Alley    fred astaire, george gershwin, ira gershwin

Edifícios de Tin Pan Alley em seu auge; Fred Astaire, George Gershwin, Ira Gershwin

Enquanto continuou a compor música popular para o palco, Gershwin começou a levar uma vida dupla, tentando deixar sua marca como compositor com influências de jazz. Foi quando o ‘bandleader’ e diretor de orquestra Paul Whiteman pediu a ele para compor um trabalho baseado no blues para um concerto de jazz, o resultado foi ‘Rhapsody in Blue’. George Gershwin tinha 25 anos, quando ‘Rhapsody in Blue’ estreou na sala de concertos ‘Aeolian Hall’ de Nova York no show, ‘An Experiment in Music’. A audiência incluiu Jascha Heifetz, um dos maiores virtuoses da história do violino; Fritz Kreisler, outro mestre do violino e compositor austríaco; Leopold Stokowski, famoso regente orquestral que conduziu peças de música clássica para o filme ‘Fantasia’ produzido por Walt Disney em 1940; e os compositores, pianistas e maestros russos Sergei Rachmaninoff e Igor Stravinsky.

Oskar Fried, Eva Gauthier, Maurice Ravel no piano; Manoah Leide-Tedesco e George Gershwin

Oskar Fried, maestro e compositor alemão; Eva Gauthier, mezzo-soprano e professora de voz canadense; Maurice Ravel, compositor e pianista francês; Manoah Leide-Tedesco, compositor, maestro e violinista italiano; e George Gershwin

George vai para Paris para iniciar um estudo de música e lá ele conhece a pintora Christine Gilbert, por quem se enamora, que o apresenta a Maurice Ravel e outros compositores. De volta a Los Angeles, com Christine a tiracolo, o que causou o divórcio da esposa Julie Adams, George começa a compor freneticamente. Christine volta a Paris quando percebe que a música é mais importante do que ela. Em 1931, George ganha o Prêmio Pulitzer com o musical ‘Of Thee I Sing’, que satiriza a política americana. E escreve seu trabalho mais ambicioso, a ópera folk ‘Porgy and Bess’, uma ópera com artistas negros, em colaboração com Ira e o romancista DuBose Heyward. A ópera é apresentada em 1935, em Boston, com apenas um sucesso moderado. ‘Porgy and Bess’ é agora reconhecida como uma das obras seminais da ópera norte-americana, que incluía as canções memoráveis: ‘It Ain’t Necessarily So’, ‘I Loves You, Porgy’ e ‘Summertime’. Em 1936, depois de muitos sucessos na Broadway, os irmãos decidiram ir para Hollywood para escrever para o estúdio de cinema RKO. Mais uma vez eles se uniram a Fred Astaire, que agora fazia dupla com Ginger Rogers.

george e ira gershwinGeorge Gershwin nasceu no Brooklyn, Nova York, com o nome de Jacob Gershowitz, em uma família pobre de imigrantes judeus, oriundos da Rússia. O amor pela música aconteceu desde cedo ajudado por sua amizade com o violinista Max Rosen. Quando os pais compraram um piano para seu irmão mais velho, Ira Gershwin, foi George, então com doze anos, que tomou-o exclusivamente para si. Aos quatorze anos começou a ter aulas com a figura chave na sua vida musical, Charles Hambitzer, um compositor e pianista de grande gosto musical. De Hambitzer, Gershwin recebeu um treinamento clássico, mas ele estava ciente da revolução musical ao redor dele, em particular o trabalho de Jerome Kern, um dos mais importantes compositores do teatro musical do início do século XX. George Gershwin foi influenciado pelo ragtime e pelo piano stride, ou apenas stride, um estilo de jazz para piano que foi desenvolvido nas grandes cidades da costa leste, principalmente em Nova York, durante 1920 e 1930. George e seu irmão Ira se tornaram um das grandes duplas criativas da história da música, cada um em sintonia com as sutilezas do outro. Escreveram centenas de canções, em conjunto e individualmente, que foram usadas em shows da Broadway e filmes de Hollywood. Juntos, ajudaram a elevar o teatro musical americano a uma forma de arte legítima e criaram algumas das melhores músicas conhecidas do século XX.

Em meados de 1937, George começou a se queixar de dores de cabeça, mas os médicos diagnosticavam seus sintomas como stress. Na realidade, ele sofria de um tumor cerebral. Após adoecer, enquanto trabalhava em um filme, George tinha planos para retornar a Nova York para escrever música ‘séria’. Ele planejou um quarteto de cordas, um ballet e uma outra ópera, mas estas peças nunca foram escritas. Com 38 anos, ele morreu. Hoje ele continua sendo um dos mais amados músicos populares. Após a morte de seu irmão, Ira Gershwin esperou quase três anos antes de escrever novamente. Ao longo dos 14 anos seguintes, continuou a escrever as letras para trilhas sonoras de filmes e alguns shows da Broadway. Morreu em 1983 com 86 anos.

aretha franklin - It aint necessarily so


‘The Essential George Gershwin’, com 41 faixas é dedicado, cronologicamente, a interpretações de suas obras clássicas, tanto instrumental, vocal pop com Frank Sinatra, Dinah Shore, Doris Day, Rosemary Clooney, Mel Torme e Tony Bennett, quanto o jazz por Miles Davis, Ethel Waters, Billie Holiday, Benny Goodman, Harry James, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan, Alberta Hunter e Cab Calloway. Há também artistas mais associados com a tela do cinema e o palco do que com estúdios de gravação, como Fred Astaire e Gene Kelly. E há também alguns itens bastante incomuns: ‘It Ain't Necessarily So’ com Aretha Franklin; ‘Third Movement’ (Allegro Agitato) com Oscar Levant no piano acompanhado da Orquestra de Nova York; e ‘Of Thee I Sing’ com ‘The Hi-Lo's’ um quarteto formado em 1953 por Gene Puerling (baixo-barítono, arranjador e líder), Bob Strasen (baritono), Bob Morse (barítono e ocasionalmente solista) e Clark Burroughs (tenor). A versão de ‘Rhapsody in Blue’, com George Gershwin no piano combina sua gravação original de 1925 com a orquestração adicionada em 1976, muito depois de sua morte.‘Summertime’ é uma ária composta por Gershwin em 1935 para a ópera ‘Porgy and Bess’. A letra é de DuBose Heyward, o autor do romance ‘Porgy’ em que a ópera foi baseada e a música foi inspirada em uma canção ucraniana de ninar, ‘Oi Khodyt Son Kolo Vikon’ (Um Sonho Passa Pela Janela).

george gershwin - the essential (2003)

The Essential George Gershwin (2003)
CD 1    CD 2

Tracklist CD 1
01. George Gershwin - Prelude No. 2 for Piano
02. Ethel Waters - I Got Rhythm
03. Buck & Bubbles - Oh Lady, Be Good
04. Billie Holiday - Summertime
05. Maxine Sullivan and Her Orchestra - Nice Work If You Can Get It
06. Fred Astaire - They Can't Take That Away From Me
07. Al Jolson – Swanee
08. Benny Goodman – Liza
09. Frank Sinatra - Someone to Watch Over Me
10. Dinah Shore and Buddy Clark - 'S Wonderful
11. Jane Rusell - Do It Again
12. Dorothy Kirsten – Soon
13. Morton Gould, His Piano and Orchestra - Fascinating Rhythm / Someone to Watch Over Me
14. Billie Holiday and Her Orchestra - The Man I Love
15. Fred Astaire - Let's Call the Whole Thing Off
16. Gene Kelly - Love Is Here To Stay
17. Felicia Sanders - How Long Has This Been Going On
18. Harry James and His Orchestra – Blues
19. Doris Day - But Not For Me
20. Rosemary Clooney - A Foggy Day
21. George Guetary - I'll Build a Stairway To Paradise
22. Oscar Levant - Third Movement (Allegro Agitato)

Tracklist CD 2
01. Buffalo Philharmonic - Of Thee I Sing Overture
02. Tony Bennett - They All Laughed
03. The Hi-Lo's - Of Thee I Sing
04. Los Angeles Philharmonic - Promenade (Walking The Dog)
05. Ella Fitzgerald - I've Got a Crush On You
06. Alberta Hunter - Somebody Loves Me
07. Maureen McGovern - Love Walked In / Embraceable You
08. Dick Hyman – Mine
09. Mel Torme - Isn't It A Pity
10. Andre Kostelantez and His Orchestra - Introduction and Jazzbo Brown
11. Aretha Franklin - It Ain't Necessarily So
12. Robert McFerrin and Adele Addison - Bess, You Is My Woman Now
13. Miles Davis - I Loves You, Porgy
14. Sarah Vaughan - My Man's Gone Now
15. Cab Calloway - There's A Boat Dat's Leavin' Soon For New York
16. Tony Bennett - Who Cares
17. George Gershwin - Rhapsody on Blue
18. Andre Kostelanetz and His Orchestra - Strike Up The Band
19. Michael Feinstein - Home Blues

‘The Complete Gershwin Songbooks’ é composto por três discos também divulgados separadamente: 'S Wonderful, 'S Marvelous e ‘S Paradise. Os dois primeiros incluem os maiores vocalistas que a gravadora estadunidense de jazz ‘Verve Records’ tinha para oferecer: Ella Fitzgerald, Billie Holiday, Louis Armstrong, Anita O'Day, Shirley Horn, Sarah Vaughan, Dinah Washington, Bing Crosby, Joe Williams, Fred Astaire e até mesmo o nosso maestro Antonio Carlos Jobim. Obviamente, que todas as músicas são clássicos do jazz e as versões apresentadas são lendárias. O terceiro disco do conjunto inclui versões instrumentais de Gershwin por Bill Evans, Coleman Hawkins, Stan Getz, Clifford Brown, Art Tatum, Oscar Peterson.

george gershwin - the complete songbooks (1995)

The Complete Gershwin Songbooks (1995)
CD 1    CD 2    CD 3

Tracklist CD 1: ‘S Wonderful
01. Billie Holiday - They Can’t Take That Away From Me
02. Helen Merrill - Summertime
03. Ella Fitzgerald & Louis Armstrong - Let’s Call The Whole Thing Off
04. Sarah Vaughan - Embraceable You
05. Dinah Washington - But Not For Me
06. Bing Crosby - They All Laughed
07. Betty Carter - The Man I Love
08. The Gordons with Dizzy Gillespie and Stuff Smith - Oh, Lady Be Good
09. Louis Armstrong - There’s A Boat Dat’s Leavin’ Soon For New York
10. Ella Fitzgerald - How Long Has This Been Going On?
11. Joe Williams - ‘S Wonderful
12. Nina Simone - I Loves You Porgy
13. Bill Henderson - I’ve Got a Crush On You
14. Fred Astaire - Fascinatin’ Rhythm
15. Blossom Dearie - Someone To Watch Over Me
16. Shirley Horn - Our Love Is Here To Stay

Tracklist CD 2: ‘S Marvelous
01. Ernestine Anderson - I Got Rhythm
02. Billie Holiday - Nice Work If You Can Get It
03. Joe Williams - Embraceable You
04. Anita O’day - Who Cares?
05. Louis Armstrong - A Woman Is A Sometime Thing
06. Sarah Vaughan - Love Walked In
07. Blossom Dearie - Love Is Here To Stay
08. Fred Astaire - Oh, Lady Be Good
09. Ella Fitzgerald - Of Thee I Sing
10. Morgana King - For You For Me, For Evermore
11. Dinah Washington - A Foggy Day
12. Arthur Prysock - Someone To Watch Over Me
13. Shirley Horn - Isn’t It A Pity?
14. Ella Fitzgerald & Louis Armstrong - They Can’t Take That Away From Me
15. Sarah Vaughan - ‘S Wonderful
16. Antonio Carlos Jobim - Fascinatin’ Rhythm

Tracklist CD 3: ‘S Paradise (instrumentals)
01. Louie Bellson - Fascinatin’ Rhythm
02. Bill Evans And Jim Hall - My Man’s Gone Now
03. Buddy DeFranco - Mine
04. Coleman Hawkins - How Long Has This Been Going On?
05. Oscar Peterson - Somebody Loves Me
06. Kenny Burrell - Prelude II
07. George Shearing - They All Laughed
08. Stan Getz & Bob Brookmeyer - Nice Work If You Can Get It
09. Bill Evans - I Loves You, Porgy
10. Jimmy Cleveland - Love Is Here To Stay
11. Toshiko Akiyoshi - The Man I Love
12. Tal Farlow - A Foggy Day
13. Oscar Peterson - Strike Up The Band
14. Clifford Brown - Embraceable You
15. Don Elliott - ‘S Wonderful
16. Art Tatum - Someone To Watch Over Me

tags:
publicado por mara* às 23:54 | link do post | comentar