cannonball adderley

cannonball adderleyUm dos mais proeminentes e populares músicos de jazz americano da década de 50 e 60, sua música é exuberante. Multi-instrumentista, Cannonball Adderley é mais conhecido por seu trabalho no saxofone alto e por suas gravações com Miles Davis e com seus próprios pequenos grupos. O quinteto de Adderley que foi ampliado para, ocasionalmente, um sexteto com a adição de outro saxofone, divulgou gravações populares como ‘This Here’, ‘Work Song’, ‘Jive Samba’ e ‘Mercy, Mercy, Mercy’. Embora sua música não fosse considerada inovadora, Adderley foi um músico extremamente dotado tecnicamente e conhecido por seu estilo de improvisação cuja abordagem direta ajudou a manter o jazz popular. Um homem bom e generoso, que despertou o gosto pelo jazz e promoveu vários jovens músicos. Adderley foi também um porta-voz forte e articulado que prestou serviço em várias universidades e comissões do governo para o avanço do jazz. As apresentações inteligentes de suas músicas, muitas vezes explicando o que ele e seus músicos iam tocar, ajudou-o a se tornar um dos mais populares jazzmen de todos os tempos.

cannonball adderleyFilho de um educador e trompetista de jazz, Julian Edwin Adderley, inicialmente apelidado de ‘Cannibal’ por seu apetite voraz, se transformou em ‘Cannonball’ quando começou a estudar sax alto aos oito anos de idade. Ainda na adolescência já excursionava com BigBands pelo sul dos Estados Unidos quando foi convidado para dirigir uma banda de escola em Fort Lauderdale, Flórida. Adderley já tinha uma carreira estabelecida como diretor de High School Band quando, durante uma visita a Nova York, em 1955, foi convencido a sentar-se com o grupo do baixista Oscar Pettiford, no Café Bohemia, atraindo a atenção nos círculos de jazz e ganhando elogios por suas performances. Logo depois formou um quinteto, sem muito sucesso, com o seu irmão cornetista e trompetista Nat, embora as gravações feitas pelo grupo recebessem elogios consideráveis anos mais tarde. Em 1957 Adderley foi tocar com o trompetista Miles Davis, o que provou ser um dos períodos mais férteis e criativos nas carreiras de ambos. Tocando no sexteto de Davis ao lado da lenda do saxofone John Coltrane, Adderley foi um destaque especial nos álbuns ‘Milestones’ (1958) e ‘Kind of Blue’ (1959) de Miles Davis, ambos considerados como valores de referência do hard bop e jazz modal. Significativo também foi ‘Somethin 'Else’ (1958), um álbum clássico lançado sob o nome próprio de Cannonball Adderley em que Davis é o convidado.

cannonball adderleyEm 1959 Adderley novamente se juntou com o irmão Nat para formar um quinteto, desta vez com sucesso, e uma das maiores audiências do mundo do jazz. A personalidade de Cannonball também desempenhou um papel fundamental na manutenção de destaque da banda entre fãs no mundo inteiro. Ele também era um ouvinte voraz e caçador de talentos e introduziu vários músicos de destaque nos grupos onde liderava ou servindo como produtor musical de estúdio. Cannonball Adderley foi aclamado como um herdeiro do estilo de Charlie Parker, embora Benny Carter que foi o modelo para saxofonistas da era swing também tenha inspirado sua música. Jaco Pastorious e Hermeto Pascoal são alguns dos grandes nomes da música que se encantaram com o timbre e as idéias do saxofonista. Mas antes que ele pudesse evoluir a sua música ainda mais, Cannonball Adderley morreu repentinamente de um acidente vascular cerebral enquanto estava em turnê em 1975. Cannonball Adderley ajudou a preservar as raízes do jazz.

cannonball adderley & miles davis - somethin' else


Quando Cannonball Adderley, para complementar seus solos de sax, convidou três campeões das escolas aparentemente díspares, Miles Davis, o rei do cool; Art Blakey, a força do trovão do hard bop; Hank Jones, um veterano do swing e Sam Jones, baixista versátil e adaptável a qualquer ambiente, o resultado foi um dos álbuns mais amados do jazz: 'Somethin' Else'.

cannonball adderley - somethin' else (1999)

Somethin' Else (1958)
with Miles Davis


Personnel: Cannonball Adderley (alto saxophone); Miles Davis (trompete); Hank Jones (piano); Sam Jones (double bass); Art Blakey (drums)
Tracklist: 01. Autumn Leaves 02. Love for Sale 03. Somethin' Else 04. One for Daddy-O 05. Dancing in the Dark 06. Bangoon

‘Dirty Blues Them’ contém duas composições do jazz clássico: ‘Work Song’ composição de Nat Adderley e ‘Dat Dere’ de Bobby Timmons. Gravado no início de 1960, ajuda a nos lembrar que o blues, em especial os blues sujo, são os alicerces sobre os quais foi construído o jazz.

cannonball adderley quintete - them dirty blues (1960)

Them Dirty Blues (1960)
Cannonball Adderley Quintet


Personnel: Cannonball Adderley (alto saxophone); Nat Adderley (cornet); Barry Harris (piano); Bobby Timmons (piano); Sam Jones (bass); Louis Hayes (drums)
Tracklist: 01. Work Song (Nat Adderley) 02. Jeannine (Duke Pearson) 03. Easy Living (L. Robin-R. Rainger) 04. Them Dirty Blues (Julian Adderley) 05. Dat Dere (Bobby Timmons) 06. Del Sasser (Sam Jones) 07. Soon (G. Gershwin-I. Gershwin) 08. Work Song (alternate version) (Nat Adderley) 09. Dat Dere (alternate take) (Bobby Timmons)

Originalmente este álbum foi lançado como ‘Cannonball Adderley Quintet in Chicago’, o nome atual, ‘Cannonball & Coltrane', parece ter sido utilizado mais tarde depois que Coltrane se tornou famoso. Na realidade, esta era a banda de Miles Davis do período sem o seu líder. Em qualquer caso, ele oferece uma grande oportunidade para contrastar os estilos desses dois renomados saxofonistas.

cannonball adderley quintet in chicago (1959)

Quintet In Chicago (1959)
with John Coltrane


Personnel: Cannonball Adderley (alto saxophone); John Coltrane (tenor saxophone); Wynton Kelly (piano); Paul Chambers (bass); Jimmy Cobb (drums)
Tracklist: 01. Limehouse Blues (Philip Braham, Douglas Furber) 02. Stars Fell on Alabama (Mitchell Parish, Frank Perkins) 03. Wabash 04. Grand Central (John Coltrane) 05. You're a Weaver of Dreams (Jack Elliott, Victor Young) 06. The Sleeper (John Coltrane)

Apesar de ser ofuscado pelo prestígio musical de John Coltrane, 'Know What I Mean?' é um excelente exemplo do talento e da técnica magistral de Cannonball Adderley. Sua música é leve e lírica. Criado por dois músicos que participaram com John Coltrane nas sessões para o famoso álbum ‘Kind of Blue’ de Miles Davis: Cannonball Adderley e Bill Evans no piano. Percy Heath no baixo e Connie Kay na bateria completam o trio que fornece suporte sólido para Cannonball em todo o álbum. A canção de Bill Evans ‘Waltz for Debbie‘, é agora um standard do jazz.

cannonball adderley - know what I mean (1962)

Know What I Mean? (1962)
with Bill Evans


Personnel: Cannonball Adderley (alto saxophone); Bill Evans (piano); Percy Heath (bass); Connie Kay (drums)
Tracklist: 01. Waltz for Debby 02. Goodbye 03. Who Cares? [Take 5] 04. Who Cares? [Take 4] 05. Venice 06. Toy 07. Elsa 08. Nancy (With The Laughing Face) 09. Know What I Mean? [Re-Take 7] 10. Know What I Mean? [Take 12]

cannonball adderley sextet in new york (1962)

Sextet In New York (1962)


Personnel: Cannonball Adderley (alto saxophone); Nat Adderley (cornet); Yusef Lateef (tenor saxophone, flute and oboe); Joe Zawinul (piano); Sam Jones (double bass); Louis Hayes (drums)
Tracklist: 01. Introduction by Cannonball 02. Gemini (Jimmy Heath) 03. Planet Earth (Yusef Lateef) 04. Dizzy's Business (Ernie Wilkins) 05. Syn-anthesia (Yusef Lateef) 06. Scotch and Water (Joe Zawinul) 07. Cannon's Theme (Sam Jones)

Cannonball Adderley Sextet  Jazz Workshop Revisited (1962)

Sextet Jazz Workshop Revisited (1962)


Personnel: Cannonball Adderley (alto saxophone); Nat Adderley (cornet); Yusef Lateef (tenor saxophone, flute and oboe); Joe Zawinul (piano); Sam Jones (double bass); Louis Hayes (drums)
Tracklist: 01. Opening Comment 02. Primitivo (Cannonball Adderley) 03. Jessica Day (Quincy Jones) 04. Marney (Donald Byrd) 05. A Few Words... 06. Unit 7 (Sam Jones) 07. Another Few Words 08. The Jive Samba (Nat Adderley) 09. Lillie (Sam Jones) 10. Mellow Buno (Yusef Lateef) 11. Time To Go Now - Really!

Cannonball Adderley e seu quinteto com a orquestra de Los Angeles apresentam ‘Cannonball Adderley Quintet & Orchestra’ com três músicas, cada uma escrita por diferentes autores. Joe Zawinul escreveu ‘Experiência em E’, ‘Tensity’ por David Axelrod e Lalo Schifrin foi responsável por ‘Dialogues for Jazz and Orchestra’. ‘Experiência em E’ e ‘Dialogues for Jazz and Orchestra’ gravitam entre o free jazz e o altamente orquestrado bop. ‘Tensity’ é a melhor das três, pois tem uma melodia de jazz-soul.

cannonball adderley quintet and orchestra (1970)

Quintet and Orchestra (1970)

Tracklist
01. Experience in E 02. Tensity 03. Dialogues for Jazz and Orchestra

tags:
publicado por mara* às 15:05 | link do post | comentar