jimmy smith

jimmy smithSempre que o jazz é citado os instrumentos mais lembrados são o saxofone, o piano e o trompete, fortemente ligados ao jazz. E os grandes divulgadores do jazz mais lembrados são Miles Davis, Dizzy Gillespie, Wynton Marsalis, John Coltrane, Herbie Hancock, Dave Brubeck, Charlie Parker, Louis Armstrong, Chet Baker. Mas, quem tem afinidade com o gênero sabe que gaita, guitarra, vibrafone, flauta, trombone e, claro, a bateria são instrumentos que também fazem parte dessa maravilha que é o jazz. Jimmy Smith, um gênio do jazz, há mais de 50 anos ‘descobriu’ um instrumento que seria pouco provável para a sofisticação do jazz: o órgão Hammond B3. Antes de Jimmy Smith descobrir o Hammond B3, em 1951, o órgão tinha pouco respeito por artistas de jazz, apesar do virtuosismo de Fats Waller, pianista e organista. Misturando blues, r&b e gospel, Jimmy Smith levou o órgão onde ele nunca tinha estado antes e o transformou em um instrumento de jazz. Atualmente, os principais expoentes são John Medeski, Joey DeFrancesco, Larry Goldings e Sam Yahel, mas eles sabem que foram os organistas como Dr. Lonnie Smith, Jimmy McGriff, Jack McDuff e Jimmy Smith que tiraram o órgão das igrejas batistas e o trouxeram para o jazz. Jimmy popularizou e criou um novo som para o órgão da mesma forma que Louis Armstrong criou um estilo para o trompete. Há ainda aqueles que vêem uma relação de Jimmy Smith com Charlie Parker por causa do tremendo impacto que ambos tiveram em seus respectivos instrumentos. Jimmy Smith é ídolo absoluto de roqueiros como Keith Emerson, Gregg Allman, Brian Auger, e virtuoses da nova geração como Joey de Francesco com quem gravou seu último trabalho, o álbum ‘Legacy’, em 2005, pouco antes da sua morte.

jimmy smith
jimmy smith

James Oscar Smith nasceu em Norristown, Pensilvânia, um subúrbio de Filadélfia, em uma família de pianistas. Seu pai foi seu primeiro professor. Depois estudou piano e baixo na ‘Philadelphia's Orenstein’ e na ‘Hamilton Schools of Music’. Ingressou na Marinha para servir na Segunda Guerra Mundial, onde tocava piano e baixo em uma banda. Quando teve alta em 1947, trabalhou na construção civil. Fez sua estréia como músico em Nova York no 'Bohemia Café' no início dos anos 50. Fascinado, em 1951, trocou o piano pelo órgão quando foi ver Wild Bill Davis no 'Clube Harlem', em Nova Jersey. Jimmy começou a tocar no estilo de Bill Davis e em 1954, ele comprou seu próprio órgão e tornou-se a voz do Hammond B3, em contextos de jazz. Foi descoberto em 'Small's Paradise' por Alfred Lion da 'Blue Note Records', com quem assinou contrato. Seu desempenho no Newport Jazz Festival em 1957 também foi um sucesso. Seu primeiro álbum, ‘A New Sound, a New Star: Jimmy Smith at the Organ’, introduziu um novo som na cena musical. Ele foi apelidado de ‘incredible Jimmy Smith’ e é creditado a ele como sendo o primeiro organista de jazz a combinar sons de blues e r&b com os ritmos mais sofisticados do bebop. Entre os 30 álbuns que gravou, nas duas principais gravadoras de jazz, 'Blue Note' e 'Verve', os mais conceituados são: ‘The Sermon’, ‘Back At The Chicken Shack’, ‘Midnight Special’ e ‘Bashin': The Unpredictable Jimmy Smith’. E colaborações em álbuns com vários músicos, dentre eles Wes Montgomery, o gênio da guitarra. Em 2005, assistindo TV, Jimmy Smith faleceu aos 79 anos. O show na famosa casa de jazz, ‘Yoshi’ em Los Angeles, para o lançamento do álbum ‘Legacy’ com Joey Defrancesco, cada um com seu B3 e tocando ao mesmo tempo não foi cancelado. Joey, além de seu novo B3, levou ao palco o Hammond B3 de Jimmy. Como homenagem ele não foi tocado e ficou lá o tempo inteiro apenas iluminado como sempre foi nas mãos do imortal Jimmy Smith.

jimmy smith - the cat


‘The Sermon!’, ‘Back at the Chicken Shack’ e ‘Midnight Special’ tornaram-se hinos para quem gosta de jazz e órgão.

jimmy smith - the sermon! (1958)    jimmy smith - back at the chicken shack (1960)    jimmy smith - midnight special (1960)

The Sermon! (1958)    |    Back at the Chicken Shack (1960)    |    Midnight Special (1960)

Tracklist: The Sermon!
01. The Sermon 02. J.O.S. 03. Flamingo

Tracklist: Back at the Chicken Shack
01. Back at the Chicken Shack 02. When I Grow Too Old to Dream 03. Minor Chant 04. Messy Bessie 05. On the Sunny Side of the Street

Tracklist: Midnight Special
01. Midnight Special 02. A Subtle One 03. Jumpin' the Blues 04. Why Was I Born? 05. One O'Clock Jump

jimmy smith - bashin' (1962)    Jimmy Smith - the cat (1964)    jimmy smith - organ grinder swing (1965)

Bashin' (1962)    |    The Cat (1964)    |    Organ Grinder Swing (1965)

Tracklist: Bashin'
01. Walk On The Wild Side 02. Ol' Man River 03. In A Mellow Tone 04. Step Right Up 05. Beggar For The Blues 06. Bashin 07. I'm An Old Cowhand (From The Rio Grande) 08. Bashin (45 Rpm Version) 09. Ol' Man River (45 Rpm Version)

Tracklist: The Cat
01. Theme From ‘Joy House’ 02. The Cat (From Joy House) 03. Basin Street Blues 04. Main Title From ‘The Carpetbaggers’ 05. Chicago Serenade 06. St. Louis Blues 07. Delon’s Blues 08. Blues In The Night

Tracklist: Organ Grinder Swing
01. Organ Grinder's Swing 02. Oh No, Babe 03. Blues For J 04. Greensleeves 05. I'll Close My Eyes 06. Satin Doll

A união dos estilos de Jimmy e Wes Montgomery foi instantânea, assim que se conheceram, foram ao estúdio e gravaram ‘Jimmy & Wes: The Dynamic Duo’ que traz as famosas músicas ‘Night Train’ e ‘Down By the Riverside’. Há também a fantástica ‘OGD - Road Song’, com um empolgante swing latino. Esta dupla não gravou mais com o falecimento de Wes em 1968.

jimmy smith - the dynamic duo (1966)    jimmy smith - legacy (2005)

The Dynamic Duo (1966)
(jimmy smith & wes montgomery)

Legacy (2005)
(jimmy smith & joey defrancesco)

Tracklist: The Dynamic Duo
01. Down by the Riverside 02. Happy-Go-Lucky (aka Night Train) 03. James and Wes 04. 13 (Death March) 05. Baby, It's Cold Outside 06. O.G.D. (Road Song)

Tracklist: Legacy
01. Legacy 02. Dot Com Blues 03. I'll Close My Eyes 04. Back at the Chicken Shack
05. Jones'n for Elvin 06. Off the Top 07. Corcovado (Quiet Nights) 08. I've Got My Mojo Workin' 09. St. Thomas 10. Blues for Bobby C. 11. Midnight Special

Ouviu-se o vocal de Jimmy Smith pela primeira vez em 1966 com a música ‘Got My Mojo Working.

jimmy smith - the best of (1967)

The Best of (1967)

Tracklist
01. Hobo Flats 02. High Heel Sneakers 03. The Organ Grinder’s Swing 04. Walk On The Wild Side 05. I’m Your Hoochie Coochie Man 06. Ol’ Man River 07. Got My Mojo Workin’ 08. The Cat

tags:
publicado por mara* às 08:44 | link do post | comentar