luqman hamza

luqman hamzaO nome não é familiar para qualquer um de nós. Setenta anos de idade Luqman Hamza é o último ‘jazz balladeers’ da mesma escola de Nat King Cole e All Jarreau. O mundo da música está repleto de artistas que poderiam ter sido superstars. Muitos cantores talentosos de jazz nunca tiveram a chance de brilhar sob os holofotes do sucesso, em vez disso foram relegados à obscuridade, mergulhados em algum clube da moda. Toda música pop é inconstante, mas o jazz parece ainda mais cruel. Luqman Hamza, um gênio musical, pianista e vocalista é um belo exemplo disso, uma voz de jazz que merecia ter sido ouvida. Aos 19, ele estava sentado com Charlie Parker e aos 21, tocou com Miles Davis. Na época foi clamado quando gravou o seu ‘When You Surrender’, mas não ganhou tanta notoriedade. Desde então ele tem sido apenas um dos pilares da cena do jazz de Kansas City, atuando em bares e clubes ao redor da cidade há anos. Com direito a voz sensual e sedutora dos anos 40 ou 50, Luqman Hamza é uma verdadeira descoberta, um vocalista excepcional.

Anteriormente conhecido como Larry Cummings, tanto como artista solo ou com os ‘The Five Aces’, continua a viver em sua terra natal Kansas City. Foi pouco divulgado apesar do estilo suave e vocal tenor como as de suas inspirações maiores, Nat King Cole, Charles Brown e Billy Eckstine. Hamza começou a carreira em meados da década de 1940 com ‘The Five Aces’, um grupo de harmonia vocal que ele criou com seus amigos Wesley Lucky, Eddie Saunders, Chuck Rowen, Reco Kemp e James Beasley. Seu amigo de infância, Sonny Kenner também apoiou o grupo na guitarra. Uma apresentação de 15 minutos numa noite de domingos em um programa de rádio fez o grupo famoso no local. Depois gravou com seu trio em 1950. Ele se mudou no final dos anos 50 para Chicago e fez várias gravações com a ‘Chess Records’. Hamza retornou em 1971 para Kansas City, onde ele trabalhou de forma constante até que ressurgiu na década de 1990.

A voz de Hamza é um tenor marcante, e a semelhança com Nat King Cole é particularmente evidente, mas as interpretações de Hamza não são imitações de Cole, mas unicamente a sua própria. Suas músicas são sempre em tom otimista, com sua voz poderosa e suave e um estilo dos velhos tempos. Ele é romântico, por vezes triste, mas nunca piegas. Em ‘With This Voice’, Luqman Hamza dá um novo significado para alguns clássicos do jazz como ‘Blue Moon’, ‘My Funny Valentine’, ‘Laura’ e outros tesouros da música norteamericana. Sonny Kenner (guitarra), Kim Park (sax alto, flauta), Tyrone Clark (baixo) e Tommy Ruskin (bateria) prestam apoios sensíveis. Luqman Hamza é merecedor de maior divulgação. Ele é um veterano, cuja afinação perfeita, entrega apaixonada e fraseado preciso e sofisticado senso de balanço fazem deste álbum um prazer. Infelizmente encontrei apenas este álbum. Com um toque delicado e agradável, depois de anos aprimorando suas habilidades e técnica, Hamza deveria ter uma merecida descoberta e não ser mantido em segredo como apenas o melhor de Kansas City.

luqman hanza - laura


luqman hanza - with this voice (2000)

With This Voice (2000)


Personnel: Luqman Hamza (vocal, piano); Sonny Kenner (guitarra), Kim Park (flauta, saxofone alto); Ahmad Alaadeen (saxofone tenor), Todd Strait (bateria)
Tracklist: 01. Born to Be Blue 02. Feeling Good 03. My One and Only Love 04. Never Let Me Go 05. Weaver of Dreams 06. Until the Real Thing Comes Along 07. Blue Moon 08. My Funny Valentine 09. Don't Get Around Much Anymore 10. Laura 11. What Does It Take 12. Just One of Those Things 13. With These Hands

tags:
publicado por mara* às 08:23 | link do post | comentar