dreamgirls

Dreamgirls‘Dreamgirls’ é o título de uma famosa peça que antecedeu o livro autobiográfico ‘Dreamgirl: My Life As a Supreme’ de Mary Wilson uma das três cantoras do grupo ‘The Supremes’ que fez muito sucesso nos anos 60, elevando Diana Ross à condição de estrela maior. A outra diva era Florence Ballard. Essa peça musical estreou na Broadway em 1981, permanecendo em cartaz por quatro anos e faturando seis prêmios ‘Tony’, o maior prêmio do teatro americano. A idéia deste musical vem desde 1975, mas devido a diversas divergências entre os compositores e os produtores, uma das causas certa vez foi em relação ao papel de uma das ‘Supremes’ que estava ofuscando o de outra, a idéia foi sendo protelada até os anos 80. A versão cinematográfica estreou nos Estados Unidos em 2006. O diretor e roteirista Bill Condon construiu um clássico de imagens, interpretação e músicas que se passa na Detroit, Michigan nos anos 60. O filme traça a evolução da black music nos Estados Unidos durante as décadas de 60 e 70. Uma história que teve duas tentativas para ser transformada em filme, pois, Hollywood tinha medo de investir em uma produção com a maioria do elenco formado por atores negros. Em 1982, o produtor David Geffen começou a pensar no filme até Bill Condon assumir em 2003 e o filme ser lançado em 2006, quando a situação era bem diferente da época em que atores negros não ganhavam Oscar e recebiam metade dos salários dos brancos. Se ‘Dreamgirls’ tivesse sido lançado nessa época, com certeza seria hoje um cult.

Quem é quem no filme e na vida real:* Effie White (Jennifer Hudson) é Florence Ballard, cantora principal e fundadora das ‘Supremes’
* Deena Jones (Beyoncé Knowles) é Diana Ross
* Lorrell Robinson (Loretta Devine) é Mary Wilson
* Curtis Taylor Jr. (Jamie Foxx) é Berry Gordy Jr., o fundador da gravadora Motown.
* James ‘Thunder’ Early (Eddie Murphy) pode ser uma mistura de James Brown e Marvin Gaye.
* Michelle Morris é Cindy Birdsong que substituiu Florence Ballard nas ‘Supremes’.
* C.C. White é um personagem que unifica vários compositores como Lamont Dozier, os irmãos Brian Holland e Edward Holland Jr. e Smokey Robinson.

Henry KriegerO enredo, parcialmente inspirado na verdadeira biografia do grupo feminino ‘The Supremes’ narra a ascensão e a decadência do grupo nas mãos do esperto vendedor de carros, Curtis Taylor Jr., que depois de tentar sem sucesso colocar suas músicas nas paradas musicais decide fundar a própria gravadora e se transforma em um 'respeitável' empresário através de subornos e intrigas. A oportunidade surge através do trio recém formado ‘The Dreamettes’ composto por Deena Jones, Lorrell Robinson e Effie White. Do outro lado da cidade, James ‘Thunder’ Early faz sucesso com sua mistura de soul com rock and roll e as meninas são convencidas por Curtis Taylor Jr. a fazer os backings para Early. São renomeadas como ‘The Dreams’ e Curtis Taylor Jr. percebe que Effie White tem a voz, mas Deena Jones além de ser determinada e muito ambiciosa, é quem tem a imagem elegante, sofisticada, sexy, olhos grandes e oblíquos. Ele sabe que a aparência, mais do que a qualidade da voz é que será determinante para o sucesso. E assim decide substituir a gorda Effie White pela bela Deena Jones. Isso cria um atrito entre as duas. Effie White é tirada do grupo e substituída por Michelle Morris. Nasce então ‘Deena Jones & The Dreams'. O elenco é ótimo. Jennifer Hudson é simplesmente incrível como Effie, e ela realmente merece a maior parte do crédito para a eficácia do filme, Eddie Murphy está sem dúvida impressionante no papel de um personagem arrogante, mas extremamente carismático. Outra agradável surpresa foi o desempenho de Beyoncé, às vezes doloroso de alguém que reconhece suas limitações. Jamie Foxx é sutilmente intenso como o desonesto gestor dos sonhos. A qualidade das canções de Henry Krieger, compositor americano e autor da trilha sonora da peça original, é excepcional. Henry Krieger escreveu a música, com letra escrita por Tom Eyen. É delineado a evolução do R&B e o blues até se transformar em soul e depois na disc music. ‘Dreamgirls’ é um grande filme apesar dos excessos melodramáticos.

Curiosidades:

* Antes da peça ‘Dreamgirls’, houve um filme inspirado na mesma história das ‘Supremes’, ‘Something He Can Feel’ cuja trilha sonora foi composta por Curtis Mayfield e cantada por Aretha Franklin.
* A história original se passa em Chicago e não em Detroit como no filme.
* Whitney Houston e Lauryn Hill namoraram o papel principal, que acabou nas mãos de uma sucessora: Beyoncé Knowles, diva negra de enorme sucesso e corpo escultural.
* Mary Wilson publicou em 1990 ‘Supreme Faith: Someday We'll Be Together’ uma continuação do seu primeiro livro. Esse e o livro anterior foram lançados juntos em 2000 com o nome ‘Dreamgirl & Supreme Faith: My Life as a Supreme’. Diana Ross lançou a sua versão da história com o título ‘Secrets of a Sparrow: Memoirs’.
* Jennifer Hudson participou do programa ‘American Idols’ mas foi eliminada antes do final na terceira versão do show em 2004. Hudson ganhou a vaga no filme em uma disputa contra 800 candidatas.
* Beyoncé emagreceu 10 quilos para interpretar a personagem, só ingerindo líquidos. Enquanto Hudson engordou outros 10 para fazer o papel de Effie.
* Florence Ballard a fundadora das 'Supremes' nunca mais conseguiu se reerguer após deixar o grupo, ao contrário da personagem Effie. Ela faleceu de um ataque cardíaco em 1976 com 32 anos, pobre, deprimida e alcoólatra.
* Em 1983, durante uma breve reunião de Diana Ross, Mary Wilson e Cindy Birdsong para o programa ‘Motown 25: Yesterday, Today, Forever’, Diana Ross empurrou Mary Wilson para longe dela, além de lhe retirar o microfone enquanto convidava Barry Gordin para se juntar a elas. Nada disso apareceu durante a exibição do programa: as cenas foram editadas.
* Mary Wilson gosta da peça/filme; Diana Ross, não.

Supremes: história mal contada
(por gabriel rocha gaspar)

berry gordy e smokey robinsonDias antes da cerimônia do Oscar de 2007, a ‘Paramount’ e a ‘Dreamworks’ publicaram um pedido de desculpas em duas páginas do ‘Los Angeles Sentinel’. O recado era endereçado a Berry Gordy, fundador da gravadora Motown, e Smokey Robinson, cantor e compositor, produtor musical e uma das principais figuras associadas da Motown, perdendo apenas para o fundador da empresa, Berry Gordy, que desde o lançamento de ‘Dreamgirls’ vinham protestando contra o que diziam ser uma ‘inaceitável distorção na história da Motown’. No anúncio, as produtoras diziam: ‘Dreamgirls’ é uma obra de ficção, além de ser uma homenagem à Motown. Usamos muitas das maravilhosas conquistas que pertencem à rica história da Motown. Por qualquer confusão que tenha resultado de nosso trabalho ficcional, pedimos desculpas ao sr. Gordy e todas as incríveis pessoas que fizeram parte deste grande legado. É fundamental que o público compreenda que a verdadeira história da Motown ainda está por ser contada’. Berry aceitou publicamente as desculpas e ficou tudo bem. Tudo bem? Esta é a história mais intrincada que a Motown viveu! Talvez a história não tenha começado com Florence Ballard, a suposta gordinha que tinha mais voz do que Diana Ross, como o filme insinua, mas a confusão, certamente sim.

Smokey Robinson jura que Florence Ballard nunca foi líder das ‘Supremes’, posto reservado a Diana Ross. Mas é fato que a voz mais forte e mais encorpada do grupo era mesmo de Florence Ballard. E é fato também que o primeiro single delas, ‘Buttered Popcorn’, a obter algum destaque, ainda como ‘The Primettes’, era liderado por Florence. Então, quando e como Florence Ballard foi relegada à posição de alcoólatra, encrenqueira e desertora? O fato é que as ‘Supremes’ são o caso de negócio perfeito da ‘Motown’. Elas são exatamente o que Berry Gordy idealizou desde que entrou no mercado musical: um grupo negro que misturava consistentemente números musicais e coreografias e que agradava tanto a audiências negras quanto brancas. E a chave para a integração racial foi também a semente da cizânia dentro das ‘Supremes’. Enquanto Berry Gordy é acusado de ter privilegiado Diana Ross por causa de seu caso amoroso com ela, ele próprio tem uma explicação que parece mais plausível, considerando que ele é um empresário sagaz: ‘Diana tinha uma voz mais aveludada, menos identificada com o padrão de voz negra. Achei que ela teria mais apelo com o público branco’. Verdade ou mentira, Berry Gordy acertou.

Quanto ao critério ser a beleza, é contestável, já que Florence Ballard não era nem tão gorda nem tão feia quanto retratada no filme. E outra coisa interessante: Diana Ross, magra até para os padrões atuais, não se encaixava no consenso estético da época; as mulheres um pouco mais gordinhas faziam mais sucesso do que as magrelas. Por outro lado, há um esforço por parte de Gordy e Robinson para mostrar que a história foi às mil maravilhas, quando não foi. Se fosse, Florence Ballard não teria morrido bêbada e pobre aos 32 anos, enquanto via suas ex-colegas despontarem para o estrelato mundial. Ela era sim uma cantora talentosa e ela não apenas liderou as ‘Primettes’, como foi fundadora do grupo. Foi ela quem chamou Diana Ross para participar do então quarteto vocal. E, por anos, elas foram amigas íntimas que dividiram as durezas da vida no gueto fabril de Detroit, de amores mal sucedidos e toda sorte de tristezas. Mas, desde que realizaram o sonho máximo de assinar com a Motown, Florence sentiu-se excluída e renegada. Faltou a boa, velha e simples psicologia: fazer a moça entender que seu posto agora era fundamental, mas não mais principal. Ao invés disso, Berry Gordy e Smokey Robinson optaram por apagar o passado e fingir que o grupo sempre havia sido liderado por Diana Ross. Sem que Diana Ross percebesse direito o que acontecia, Florence entrou em uma disputa meio doente com ela: passou a cantar mais alto com sua potente voz de tenor, fazendo a parceira desaparecer de palcos e gravações. Quem desapareceu de cena foi ela própria, foi demitida da Motown por Berry Gordy, casou-se com o motorista da empresa que, da noite para o dia, tornou-se também produtor e empresário. Caiu em depressão, definhou, morreu. Sobrou a ‘história que ainda está por ser contada’. Por enquanto, só resta tentar adivinhar.

Dreamgirls
Dreamgirls
Dreamgirls
Dreamgirls
Dreamgirls

beyoncé, sharon, anika - one night only


'Dreamgirls: Music from the Motion Picture' foi lançado pela Music World Entertainment através da Sony Music Entertainment 's Columbia Records em duas versões: uma versão padrão com disco único, e uma edição de luxo, com dois discos. O disco um, inclui músicas de destaque no filme, inclusive ‘And I Am Telling You I'm Not Going’, ‘One Night Only’ e ‘Listen', enquanto a versão de dois discos inclui todas as canções presentes no filme ao lado de faixas bônus.

'Dreamgirls: Music from the Motion Picture

Dreamgirls (2006)
parte I    parte II

Tracklist
01. Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Anika Noni Rose - Move (Highlights Version)
02. Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Eddie Murphy, Anika Noni Rose - Fake Your Way To The Top
03. Laura Bell Bundy, Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Eddie Murphy, Rory O'Malley, Anika Noni Rose, Anne Warren - Cadillac Car
04. Hinton Battle, Jamie Foxx, Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Eddie Murphy, Keith Robinson, Anika Noni Rose - Steppin' To The Bad Side (Highlights Version)
05. Jennifer Hudson - Love You I Do
06. Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Eddie Murphy, Keith Robinson, Anika Noni Rose
- I Want You Baby
07. Jamie Foxx, Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Keith Robinson, Anika Noni Rose - Family
08. Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Anika Noni Rose - Dreamgirls
09. Jamie Foxx, Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Sharon Leal, Keith Robinson, Anika Noni Rose - It's All Over (Highlights Version)
10. Jennifer Hudson - And I Am Telling You I'm Not Going (Highlights Version)
11. Jamie Foxx - When I First Saw You
12. Eddie Murphy, Keith Robinson, Anika Noni Rose - Patience
13. Jennifer Hudson - I Am Changing
14. Eddie Murphy - I Meant You No Harm/Jimmy's Rap Dreamgirls
15. Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles and The Dreams - One Night Only (Highlights Version)
16. Beyoncé Knowles, Sharon Leal, Anika Noni Rose - One Night Only (Disco Version)
17. Beyoncé Knowles - Listen
18. Sharon Leal, Anika Noni Rose - Hard To Say Goodbye
19. Jennifer Hudson, Beyoncé Knowles, Sharon Leal, Anika Noni Rose - Dreamgirls (Finale (Highlights Version)
20. Jamie Foxx, Beyoncé Knowles - When I First Saw You (Duet)

Dreamgirls (Deluxe Edition)

Dreamgirls: Deluxe Edition (2006)
CD 1    CD 2

Tracklist CD 1
01. Maxi Anderson, Charlene Carmon - I'm Lookin' For Something
02. Durrell Babbs, Luke Boyd, Eric Dawkins - Goin' Downtown
03. Michael Leon Wooley - Takin' The Long Way Home
04. Jennifer Hudson, Beyonce Knowles, Anika Noni Rose - Move
05. Jennifer Hudson, Beyonce Knowles - Fake Your Way To The Top
06. Unknow artists - Big (Jazz Instrumental)
07. Laura Bell Bundy, Jennifer Hudson, Beyonce - Cadillac Car
08. Hinton Battle, Jamie Foxx - Steppin' To The Bad Side
09. Jennifer Hudson - Love You I Do
10. Jennifer Hudson, Beyonce Knowles - I Want You Baby
11. Jamie Foxx, Jennifer Hudson, Beyonce Knowles - Family
12. Jennifer Hudson, Beyonce Knowles, Anika Noni - Dreamgirls
13. Jennifer Hudson, Beyonce Knowles, Anika Noni Rose - Heavy
14. Jamie Foxx, Jennifer Hudson, Beyonce - It's All Over
15. Jennifer Hudson - And I Am Telling You I'm Not Going

Tracklist CD 2
01. Beyonce Knowles, Sharon Leal, Anika Noni Rose - I'm Somebody
02. Jamie Foxx - When I First Saw You
03. Eddie Murphy, Keith Robinson, Anika Noni Rose - Patience
04. Jennifer Hudson - I Am Changing
05. Steve Russell - Perfect World
06. Eddie Murphy - I Meant You No Harm Jimmy's Rap
07. Beyonce Knowles - Lorrell Loves Jimmy Family (Reprise)
08. Beyonce Knowles, Sharon Leal, Anika Noni Rose - Step On Over
09. Loretta Devine - I Miss You Old Friend
10. Jennifer Hudson, Keith Robinson - Effie, Sing My Song
11. Jennifer Hudson - One Night Only
12. Beyonce Knowles, Sharon Leal - One Night Only (Disco)
13. Beyonce Knowles - Listen
14. Beyonce Knowles, Sharon Leal - Hard To Say Goodbye
15. Jennifer Hudson, Beyonce Knowles - Dreamgirls (Finale)
16. Unknow artists - Curtain Call
17. Jamie Foxx, Jennifer Hudson - Family (End Title)
18. Jamie Foxx, Beyonce Knowles - When I First Saw You (Duet)
19. Beyonce Knowles, Sharon Leal- One Night Only (Dance Mix)
20. Jennifer Hudson - And I Am Telling You I'm Not Going (Dance Mix)
21. Henry Krieger - Patience (Composer Demo)

publicado por mara* às 06:53 | link do post | comentar