roy hargrove

roy hargroveDepois de gravar seu primeiro e aclamado álbum ‘Diamond in the Rough’ aos 20 anos, o trompetista Roy Hargrove se tornou um membro fundador de um grupo de prodígios do jazz conhecido como ‘The Young Lions’. Juntamente com os trompetistas Nicholas Payton e Marlon Jordan, os saxofonistas Antonio Hart e Joshua Redman, o baixista Christian McBride, e uma série de outros jovens músicos, foi um dos responsáveis pelo ressurgimento da popularidade do jazz. Inteligentes, bem-educados e articulados, com uma forte noção da rica história do jazz, os músicos assinaram com grandes gravadoras e foram apoiados por uma publicidade anteriormente reservada apenas para estrelas da música pop. Em um tempo incrivelmente breve, Roy Hargrove se tornou um dos artistas mais influentes desta geração jovem e foi a grande revelação do trompete nos anos 90. Ele desenvolveu um estilo extremamente pessoal de brilhante virtuosismo e paixão. Mesmo no início de sua carreira, mostrou um senso de disciplina que outros músicos demoraram décadas a alcançar. Ele recebeu aclamação mundial depois de vencer dois Grammys para diferentes tipos de música e tem tocado principalmente com astros do jazz como Wynton Marsalis e Herbie Hancock. Além de ser líder do grupo progressista ‘Fator RH’, que combina elementos de jazz, funk, hip-hop, soul e música gospel.

roy hargroveRoy Anthony Hargrove passou a infância em Waco, Texas, e conviveu com a música desde tenra idade, mas foi Dean Hill, o diretor de banda da escola, que despertou seu interesse para uma carreira de músico. Hill não só orientou o desenvolvimento de Roy como um improvisador, mas apresentou a ele uma variedade de grandes músicos de jazz, incluindo o lendário saxofonista David ‘Fathead’ Newman, que muitos anos mais tarde se juntou a Roy Hargrove em seu oitavo álbum ‘Family’. Ao trabalhar com Hill, Hargrove também descobriu a música de Clifford Brown, brilhante trompetista que gravou extensivamente na década de 50 e que morreu aos 25 anos. Foi o exemplo de Brown, que deu ao jovem trompetista a confiança em seu próprio talento musical. Como muitos músicos de jazz da sua geração, Hargrove também tinha admiração pelo trompetista Wynton Marsalis que depois de ouvir Hargrove se apresentar convidou-o a tocar com o seu grupo que o levou a extensas turnês pelos EUA e Europa e o seu desempenho foi tão eficaz que o lançou na carreira solo. Apesar de alguns críticos instigarem a concorrência entre Hargrove e seu mentor, o jovem trompetista demostrou nada além de respeito e admiração por Wynton Marsalis.

Após dois anos ele mudou-se para New York City, e formou seu primeiro quinteto lançando seu álbum de estréia, ‘Diamond in the Rough’. Este álbum, e os três seguintes estiveram entre os discos de jazz mais bem sucedidos comercialmente da década de 90, e fez do jovem trompetista um sucesso na cena musical. Impressionado pelo estrelato, Hargrove continuou a desenvolver sua arte, apresentando-se com gigantes do jazz como o saxofonista Sonny Rollins e o trompetista Dizzy Gillespie. Como solista Hargrove amadureceu, assim como a sua força como maestro. Em 1992, ele lançou as bases para futuros grupos contratando o baixista Rodney Whitaker e o baterista Gregory Hutchinson, que em conjunto representam uma das melhores unidades do jazz moderno. E em 1993 lançou ‘Of Kindred Souls’. Em 1994 Hargrove formou o ‘Roy Hargrove Quintet’ com o saxofonista Ron Blake e o pianista Cyrus Chestnut, além de Whitaker e Hutchinson. E acompanhados por alguns dos maiores músicos de jazz como os veteranos Joe Henderson e Turrentine Stanley, e os recém-chegados Branford Marsalis, irmão de Wynton, e Joshua Redman lançou o álbum ‘The Roy Hargrove Quintet with the Tenors of Our Time’. A gravação nomeada por críticos como ‘um clássico do jazz’ foi um dos álbuns de jazz mais vendidos de 1994.

Roy Hargrove QuintetComo a estrela de Roy Hargrove continuou a subir, ele também se dedicou a difundir o jazz a uma nova geração de músicos em escolas de ensino médio nos Estados Unidos. Em 1995 lançou ‘Parker's Mood’ para comemorar o 75 º aniversário da lenda do saxofone Charlie Parker, com Christian McBride no baixo e Scott Stephen no piano. Roy e seus companheiros não eram nascidos quando Parker morreu, mas conheceram sua obra imortal. No ábum, o trio recria as composições de ‘Bird’ entre as quais ‘Red cross’ um solo de McBride e ‘Laird baird’, um duo do baixista com o pianista Scott, além dos clássicos standards ‘Laura’ e ‘Star eyes’. Para os trompetistas é de especial interesse o solo de Roy Hargrove em ‘Klactoveesedstene’. ‘Parker’s Mood’ foi considerado um dos melhores discos daquele ano, reafirmando o talento do trompetista revelação e dos seus excelentes companheiros de jornada. E Roy Hargrove comprovou que sua evolução foi rápida, com 25 anos quando gravou o álbum, o seu domínio instrumental alcançou um grau de maturidade pouco comum em músicos da sua idade, com disciplina e improvisações elegantes. De acordo à revista ‘The Penguin Guide’ especializada em jazz, o álbum é um encontro delicioso de três jovens mestres, improvisando sobre Charlie Parker.

A sua próxima empreitada musical foi ‘Habana’ vencedor do Grammy de música afro-cubana e inspirado em uma ‘jam sessions’ entre o trompetista e a banda cubana ‘Los Van Van’. A química entre os integrantes culminou na formação de um grupo chamado ‘Cristol’, que incluiu também a lenda do jazz Chucho Valdés e o guitarrista Russell Malone. Com Herbie Hancock no álbum ‘Directions in Music’, ganhou o segundo Grammy em 2002. Em 2006 lançou dois álbuns ‘Distractions’ e ‘Nothing Serious’ onde mais uma vez Roy Hargrove flerta com os sons afro-cubanos, swing, e, claro, bop. Hargrove retorna às suas raízes com ‘Earfood’ que está mergulhado na tradição e sofisticação, mantendo a simplicidade melódica.

roy hargrove - laura


roy hargrove - diamond in the rough (1989)    roy hargrove - of kindred souls (1993)

Diamond In The Rough (1989)    |    Of Kindred Souls (1993)

Tracklist: Diamond In The Rough
01. Proclamation 02. Ruby, My Dear 03. A New Joy 04. Confidentiality 05. Broski 06. Whisper Not 07. All over Again 08. It's Easy to Remember 09. Premonition 10. BHG 11. Wee

Tracklist: Of Kindred Souls
01. The Left Side Hargrove 02. Everything I Have Is Yours/Dedicated to You Adamson, Lane 03. My Shining Hour Arlen, Mercer 04. For Rockelle Whitaker 05. Re-Evaluation Blake 06. Of Kindred Souls Blake, Schmidt 07. Mothered Whitaker 08. Childhood Whitaker 09. Homelife Revisited Hargrove 10. Love's Lament Whitaker 11. Gentle Wind Cary

roy hargrove - with the tenors of our time (1994)    roy hargrove - parker's mood (1995)

With the Tenors Of Our Time (1994)    |    Parker’s Mood (1995)

Tracklist: With the Tenors Of Our Time
01. Soppin' The Biscuit 02. When We Were One 03. Valse Hot 04. Once Forgotten 05. Shade Of Jade 06. Greens At The Chicken Shack 07. Never Let Me Go 08. Serenity 09. Across The Pond 10. Wild Is Love 11. Mental Phrasing 12. April's Fool

Tracklist: Parker’s Mood
01. Klactoveesedstene (Roy Hargrove) 02. Parker’s Mood (Christian McBride) 03. Marmaduke (Roy Hargrove) 04. Steeplechase (Christian McBride) 05. Laura (Roy Hargrove) 06. Dexterity (Roy Hargrove) 07. Yardbird Suite (Roy Hargrove) 08. Red Cross (Roy Hargrove) 09. Repetition (Roy Hargrove) 10. Laird Baird (Christian McBride) 11. Dewey Square (Roy Hargrove) 12. Cardboard (Roy Hargrove) 13. April In Paris (Roy Hargrove) 14. Chasin’ The Bird (Christian McBride) 15. Bongo Beep (Roy Hargrove) 16. Star Eyes (Roy Hargrove)

roy hargrove - the collected roy hargrove (1998)    roy hargrove - earfood (2008)

The Collected Roy Hargrove (1998)    |    Earfood (2008)

Tracklist: Earfood
01. I'm Not So Sure 02. Brown 03. Strasbourg/St. Denis 04. Starmaker 05. Joy is Sorrow Unmasked 06. The Singer 07. Rouge 08. Mr. Clean 09. Style 10. Divine 11. To Wisdom the Prize 12. Speak Low 13. Bring it on Home to Me

Tracklist: The Collected Roy Hargrove
01. Wee 02. BHG 03. Ruby, My Dear 04. Hartbreaker 05. Night Watch 06. Little Bennie (Crazeology) 07. Milestones 08. My Shining Hour 09. Re-Evaluation 10. Homelife Revisited

tags:
publicado por mara* às 14:19 | link do post | comentar