ABC of the blues 37: jimmy reed & otis rush

posts relacionados
ABC of the blues

jimmy reedJimmy Reed (1925-1976) foi cantor, guitarrista e gaitista e simplesmente não há no blues um som tão facilmente digerível, acessível, instantaneamente reconhecível, e tão fácil de tocar e cantar como o dele. Suas mais conhecidas canções tornaram-se parte do repertório do blues standard. Seu nome completo era Mathis James Reed e seu estilo era simples e facilmente imitado por todos, desde bandas de garagem até por Elvis Presley e os ‘Rolling Stones’, fazendo com que ele se tornasse o bluesman mais influente. E o mais surpreendente é que ele não possuía absolutamente nenhuma experiência técnica em qualquer um dos instrumentos escolhidos e a voz, certamente, não tinha a intensidade feroz de Wolf’ Howlin ou Muddy Waters. Reed manteve sua reputação, apesar do alcoolismo, às vezes a sua esposa teve que ajudá-lo a lembrar a letra de suas canções durante as gravações. Em 1957, Reed foi diagnosticado com epilepsia, por um longo tempo os médicos presumiram que fosse ‘delirium tremens’. Apesar de seus numerosos sucessos, os problemas pessoais o impediram de alcançar o mesmo nível de fama de outros artistas da época, embora tivesse mais hits que os demais. Em 1968, excursionou pela Europa com o ‘American Folk Blues Festival’. Jimmy Reed morreu de insuficiência respiratória, oito dias antes de completar 51 anos. Leia +...

otis rushOtis Rush (1935) é cantor e guitarrista e a ele é creditado, junto com Magic Sam e Buddy Guy, como sendo um dos arquitetos do estilo que ficou conhecido como West Side Chicago blues e tornou-se uma influência sobre muitos músicos, como Michael Bloomfield e Eric Clapton. Rush é canhoto e, ao contrário de muitos outros guitarristas canhotos, toca a guitarra para destros, simplesmente virada ao contrário, sem trocar o encordoamento o que contribui para o seu som característico. Rush tem uma voz poderosa de tenor e de grande alcance e se estabeleceu como um dos grandes bluesmen no circuito de Chicago. E permanece até hoje desde 1948, quando conheceu Muddy Waters e soube imediatamente o que ele queria fazer com o resto de sua vida. Fez sucesso ao tocar em clubes, tanto do lado do Sul quanto do West Side. Através do onipresente Willie Dixon assinou contrato com Eli Toscano da gravadora ‘Cobra Records’ em 1956 e lançou oito singles, alguns com Ike Turner na guitarra. A assustadoramente intensa ‘I Cant Quit You Baby’ foi sucesso imediato. Seu legado entre 1956-1958 na gravadora é magnífico, distingue-se as obras primas produzidas por Dixon: ‘Double Trouble’ e ‘My Love Will Never Die’ e a clássica ‘All Your Love (I Miss Loving)’.

Quando a gravadora faliu, em 1959, Rush conseguiu, através de Willie Dixon, um contrato de gravação com a ‘Chess’ em 1960, onde gravou outro clássico do blues, ‘So Many Roads, So Many Trains’. Na década de 60, Rush começou a tocar em outras cidades dos EUA e também na Europa, mais notadamente no ‘American Folk Blues Festival’. No final da década de 70, desgostoso por vários problemas pessoais e com as gravadoras, ele parou de tocar e gravar voltando apenas em 1985 excursionando em turnês pelos EUA. Finalmente, em 1994, a carreira desta lenda do blues de Chicago tomou a direção certa e gravou ‘Ain't Enough Comin' In’ o primeiro álbum de estúdio em 16 anos. Mais uma vez, uma série de problemas pessoais ameaçou acabar com o seu retorno, mas ele resistiu. Com ‘Any Place I'm Goin' de 1998, ganhou o seu primeiro ‘Grammy’ como o melhor álbum de blues tradicional. Embora ele não tenha gravado nenhum álbum novo, continuou a viajar e se apresentar. No entanto, em 2004 sofreu um derrame que o impediu de tocar desde então. Em 2006 lançou ‘Live and From San Francisco’, uma gravação ao vivo de 1999.


Tracklist
01. Jimmy Reed - Baby What You Want Me to Do
02. Jimmy Reed - Found Love
03. Jimmy Reed - Big Boss Man
04. Jimmy Reed - Hush Hush
05. Jimmy Reed - I'm Nervous
06. Jimmy Reed - Going by the River Pt. 1
07. Jimmy Reed - I Ain't Got You
08. Jimmy Reed - Come Love
09. Jimmy Reed - Meet Me
10. Jimmy Reed - I Was So Wrong
11. Otis Rush - Checking on My Baby
12. Otis Rush - Love That Woman
13. Otis Rush - My Baby Is a Good'un
14. Otis Rush - All Your Love
15. Otis Rush - If You Were Mine
16. Otis Rush - Violent Love
17. Otis Rush - My Love Will Never Die
18. Otis Rush - Three Times a Fool
19. Otis Rush - Keep On Loving Me Baby
20. Otis Rush - It Takes Time



otis rush - my love will never die

ABC of the blues volume 37
parte I    parte II



publicado por mara* às 01:27 | link do post | comentar